segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Isso dá samba!

Pelo quanto os temas criados por Henry Mancini são populares até hoje em bossa nova, esse disco deve ter vendido bem. Mancini Também É Samba foi lançado pela extinta gravadora Mocambo em 1962 sob a batuta do maestro Waltel Branco.

O brasileiro teria tido a ideia para o LP enquanto trabalhava com Mancini na Paramount , participando da equipe dos arranjos de A Pantera Cor de Rosa (The Pink Panther, 1963 de Blake Edwards). A intenção era cruzar os mais populares temas a um ritmo dançante.

Faixas liberadas, Branco veio ao Brasil selecionar o que muitos consideram a nata dos músicos. Aliás, ele é tido como um dos melhores intérpretes do compositor de Moon River.

O samba aqui não é o samba que conhecemos hoje, evidentemente. Assemelha-se mais a um jazz com influências latinas, um pouco mais veloz que Bossa Nova.

Super recomendo! Conheça mais este disco e sua história no Sacundinbenblog.

Veja também:
Rocambole 60’s
Filmes B trilhas sonoras A


[Ouvindo: Come On A My House – Rosemary Clooney]

10 comentários:

Refer disse...

Com todo respeito a vc e a seus leitores, a conexão Waltel Branco e Mancini, tal como contam, é, no mínimo, exagerada. Tive vários discos de HM e ainda tenho alguns —nenhum que me lembre cita Waltel Branco.

Existe um txt de Luis Nassif sobre WB, CHEIO DE ERROS, que é um delírio, uma demência (vou te mandar por e-mail) - mas todo blogueiro replica como se fosse a mais pura e indiscutível verdade. Lulopetista é foda. Essa raça se ajuda mais do que baiano ou judeu, não importa se atropela a verdade, o bom senso, a honestidade da informação.

Vamos dizer que WB é um grande músico como tantos que o Brasil teve e tem. A escola brasileira de violão é magnífica.

Miguel Andrade disse...

Refer, mas nem poderiam citar. Ele era só mais um entre a equipe enorme para as trilhas dos filmes.

Repare como meu texto é comedido em afirmar qualquer coisa. Não encontrei base para afirmar nada em sites internacionais, muito menos no IMDB.

Tinha notado que muitos dizem que este disco é de 62, mas o filme da Pantera é de 63, por exemplo. Pode ser, já que o filme deve ter sido produzido bem antes.

Claro que Nassif dourou a pílula. No texto dele que, por coincidência citei no post anterior (http://cidadaoquem.blogspot.com/2011/02/escandalo-em-sociedade-tudo-se-sabe.html) fica evidente que ele confunde memórias de leitor, com base jornalística/histórica.

Disseram muita coisa sobre tudo com o passar do tempo. Precisa-se ter precauções com o que era verdade e com o que é apenas a compra de idéias de terceiros.

"Namorou estrelas de Hollywood": Quais? Vemos nas fotos o teatrinho armado pra engabelar os tupiniquins.

Anônimo disse...

o álbum é mais próximo ao sambalanço.

já ouviu os álbuns:

Jazz And 80s

Patty Ascher Bacharach Bossa Club

Bill Haley Presents Lee Jackson / Rock Samba

mil vezes melhor que as atrocidades que Thiago Corrêa e o grupo Sambô andam fazendo com clássicos do rock e o pop atual.

Thiago não toca com o Sambô, são artistas distintos.

Miguel Andrade disse...

Anônimo, valeu a dica! Vou procurar.

Anônimo disse...

outros projetos bem interessante são vem da Alemanhã. Dick Brave & Backbeats e The Baseballs, o primeiro na verdade é um pseudônimo do cantor Sascha Schmitz, ambos gravavam versões de músicas consagradas no estilo rockabilly, o The Baseballs mostra gravações do século 21, já Dick Brave canta canções de Michael Jackson, Red Hot Chili Peppers, Avril Lavigne, Aerosmith, Pink.

pena que Dick Brave só teve um álbum.

Miguel Andrade disse...

Anônimo, desconhecia essa gente toda. Não sabia que havia mercado.

Anônimo disse...

todos esses projetos (incluindo do WB que já tinha li em outros blogs), só descobrir por causa da internet, o jabá impede as pessoas de terem um conhecimento mais plural de arte & cultura, o povo vive na ignorância cltural por comodidade, usam a internet pra conversar fiada (tanta besteira escrita no MSN, no Twitter), pornografia, jogos, piadas, etc.. a internet não é só isso.

Miguel Andrade disse...

Anônimo, Ah, mas esse disco de WB é da década de 60, não vi relação alguma com estes.

Pelo que andei ouvindo, os de agora são só pagodinho com novo nome. pra ser chique.

Quanto aos hábitos dos internautas, eu que o diga! Já enjoei de falar isso... Pode-se dar todos os recursos possíveis que não adianta, povão vai ser povão e ponto!

Dificilmente irão se interessar por algo mínimo que não seja imposto por uma grande organização. Mesmo com toda a liberdade de escolha e descobertas que a Internet proporciona.:D

Anônimo disse...

eu sei que é da década de 60, falo do fato de serem releituras, muita gente torce o nariz pra releituras diferentes ainda por influência dos concertos de música clássica onde tem que se seguir uma partitura a risca, ora A Quinta de Beethoven em versão Disco não desmerece a obra clássica, o mesmo pode se dizer de Wolfgang's Big Night Out da Brian Setzer Orchestra:

http://en.wikipedia.org/wiki/Wolfgang's_Big_Night_Out

o tal grupo Sambô e o Thiago Correa são os piores dessa lista que coloquei.


acho que não é só o povão, tem cada playboy na mesma ignorância, o problema não é o dinheiro, lógico que influi na falta de acesso ao interesse.

tudo vai ficando cult, o cinema, a música, o ruim disso é que eletizam demais e o preço vai pro alto, quanto a música não me interesso se a bossa nova era feita pra Rico ou o Rock para pobre, me importo se vai me agradar ou não, Tribos musicais separam cada vez mais a humanidade e coisas importantes são esquecidas.

Miguel Andrade disse...

Anônimo, captei! captei!

Povão ao qual me refiro é povão. É a geral, independente da conta bancária.

estamos pagando pela péssima educação investida no país por décadas. Só tende a piorar.

Related Posts with Thumbnails