terça-feira, 27 de outubro de 2020

Não contavam com a astúcia dos herdeiros. Fora da TV Chaves ressurge nas bancas

Chaves e Chapolin fora das Tvs de todo o mundo, mas nas bancas! A Panini está lançando álbum de figurinhas para celebrar os 50 anos de criação dos personagens mais famosos de Roberto Bolaños.

É o que difere este álbum de todos os outros. Não é sobre os programas, mas sobre a criação dos personagens.

Não há menção alguma a emissora Televisa. São 210 cromos autocolantes (contendo algumas metalizadas) celebrando criador e criaturas em desenhos e fotos.

No vídeo conferimos o álbum que está nas bancas e ainda alguns pacotinhos de figurinhas. Quem resiste a abrir um?

Se chegou agora, se inscreva no canal e deixe o seu like! Vídeos novos toda semana.

domingo, 25 de outubro de 2020

Encaramos Coca Cola Romena com sabores transilvânicos!

Gosto de sabores exóticos, mas confesso que essa Coca-Cola da Romênia me fez pensar até onde ia minha coragem! São três sabores da série Specialty que ainda brincava com o aspecto retrô.

Maçã e Flor de Sabugueiro, Damasco e Pinho e BlackBerry e zimbro! Bom, sabores de se procurar no Google pra saber o que é.

A Romênia é um país do sudeste europeu conhecido pela região florestal da Transilvânia, cercada pelos Cárpatos, confirma a Wiki. Então devem estar aptos a coisas estranhas.

sexta-feira, 23 de outubro de 2020

Batcomputador era de verdade! Máquina apareceu em vários filmes e séries

 

Na minha info ignorância achava que computador de ficção científica retrô era tudo um monte de luzinhas piscado com uns sons eletrônicos genéricos. Ledo engano! 

Alguns até poderiam ser, mas produções de grandes estúdios, ou com um orçamento melhorzinho, usaram o Burroughs 205 Datatron. Que vem a ser um dos primeiros consoles de comando, lançado em 1956, alçado a ícone da cultura popular nos anos 60.

A nave Júpiter 2 da série Perdidos no Espaço (1965) tinha um Burroughs 205. Um não, vários!

Sua encarnação mais famosa mesmo foi como Batcomputador na série Batman de 1966! De mentirinha ele podia até aceitar comando de voz na ficção.

Não só o Burroughs 205, mas seus slots gigantes a fita continuaram a aparecer em séries e filmes nos anos 70. Imagina qual computador comandava a edificação no catastrófico Inferno na Torre (The Towering Inferno, 1974 de John Guillermin)?

A página Starring The Computer listou uma série de aparições no cinema e TV da célebre máquina com cotação para a visibilidade, importância na trama e realismo. Nesse quesito entenda seus sub usos mais bizarros!

Por exemplo, em A Máquina de Fazer Bikinis (Dr. Goldfoot and the Bikini Machine, 1965 de Norman Taurog), o cientista louco interpretado por Vincent Price usa toda aquela tecnologia para programar as lindas robôs fêmeas. Isso é que é realismo!

Interessante pensar que a computação era algo bem distante das pessoas comuns. Computadores poderiam fazer qualquer coisa que estava joia pra plateia.

quinta-feira, 22 de outubro de 2020

Um pulinho na banca da esquina

Aprendi a ler em um gibi, cresci frequentando banca atrás de novidades. Turma da Monica, Disney, heróis, celebridades da TV, qualquer coisa!

Isso entre os anos 80/90. Até que me encantei por mangá e outras coisas e fui deixando de lado o vício pelas historinhas contadas em quadrinhos.

No vídeo dessa semana fui até a banca da esquina literalmente ver a quantas anda o mercado de gibi. Não o mercado de gibi para nicho, requintado, mas o popular mesmo, encontrável em bancas de bairro.

Histórias em quadrinhos sobreviveram a esses tempos ágeis e digiteis? Quanto custa? Quais existem? Bom, no final das contas me surpreendi!

Saí de casa pensando em um tema na cabeça acabei voltando com outro. É a vida!

Obrigado por assistir a esse vídeo! Se curtiu, por favor, deixe seu joinha ali e se chegou agora, se inscreva no canal!

terça-feira, 20 de outubro de 2020

Saudósas fichas de Cine & Vídeo da revista Set!

Alegria de cinéfilo entre os anos 80 e 90 era saber quem estaria na capa da revista Set, mas também quais filmes estariam nas fichas destacáveis daquele mês. No começo eram oito filme e por último quatro. 

Consegui acho que todas e após um tempo, as destaquei do miolo da revista para poder consultar as filmografias e informações sobre algum filme. Cada ficha ainda preserva o pôster original como o filme foi distribuído no Brasil. 

Neste vídeo abro a coleção, guardada desde então, virou uma verdadeira cápsula do tempo! Claro que não podemos ver todas elas, mas veremos muitas. 

Muito obrigado por assistir a mais este vídeo e se inscreva no canal se chegou agora. Aperta o sininho pra ser alertado quando rolar vídeo novo.

domingo, 18 de outubro de 2020

Sabores estranhos de Doritos e o Tazo Pac Man

E se reclamo de sabores banais é obvio que não resisto a um bem estranho. Como é o caso do Doritos wasabi que provamos neste vídeo.

A raiz forte tradicional da culinária japonesa como um temperinho leva jeito para protagonizar? Ardido daquele jeito?

Ainda topamos outros sabores do salgadinho da Elma Chips e claro, conferimos os novos Tazos em celebração aos 40 anos do PacMan. Não lembrava mais qual era o sabor original do Doritos!

Hoje é dia de Come-Come, bebê! Se chegou agora, se inscreva no canal para não perder nada.

quinta-feira, 15 de outubro de 2020

Tentei parar de fumar usando adesivo


Este vídeo foi gravado durante toda uma semana. a intenção era registrar que não há milagre, mesmo usando um adesivo de nicotina. E claro, pra me incentivar a seguir adiante. 

Eu tentei algumas outras vezes e não consegui por muito tempo. Ou seja, a história desse vídeo não acaba com ele, seguirei me esforçando todos os dias.

terça-feira, 13 de outubro de 2020

Lobisomem de John Landis em edição de luxo!

Esqueceram da bala de prata na mídia física! Empresas passaram a lançar edições luxuosas de filmes em Blu-ray dando um tempo aos boxes temáticos quase onipresentes nos últimos anos.

Como é o caso deste Um Lobisomem Americano em Londres (An American Werewolf in London) o aclamado filme dirigido por John Landis em 1981. A Obras Primas do Cinema colocou no mercado uma edição mais do que de luxo!

Neste vídeo vemos juntos todos os muitos detalhes externos. Da chegada da caixinha vinda da loja ao seu conteúdo, num unboxing literal.

Foi uma boa ideia já que fiquei literalmente embasbacado com o material! Tempão que uma edição de um filme em BD não me deixava empolgado assim.