quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

Tão parecidos e tão diferentes da gente

Ok, os pôsteres mais sensacionais do mundo são os da Polônia! Mas como resistir ao sensacionalismo da Itália?

Em O Massacre da Serra Elétrica (The Texas Chain Saw Massacre, 1974 de Tob Hooper) deram destaque ao “baseado em fatos reais”. O filme foi levemente, mas bem de leve, inspirado no psicopata Ed Gein, leia a respeito clicando aqui.

E não é só o Brasil que muda os títulos. “Non Aprite Quella Porta” deu mais cara de filme de fantasma do que a uma história envolvendo família de sádicos.

Levamos alguns pontos de vantagem, já que praticamente traduzimos o original. Preservamos a (forte) palavra “massacre”, excluindo que a ação se passa no Texas.

No caminho inverso, Espanha (La matança de Texas) e Portugal (Massacre no Texas) esqueceram da serra elétrica. Coisas mais assustadora a existência de uma serra elétrica (com seu som ensurdecedor) para se cometer assassinatos...

Só que desconheço que "O Massacre..." foi exibido aqui nos 70's, ou se apareceu apenas em VHS, muitos anos depois. Duvido que a ditadura o deixasse passar.

Viu, mas e a versão extremamente pop / alto astral que deram a Os Desajustados (The Misfits, 1961 de John Huston)? Meu DEUS, praquele filme tão dramático!!!

Quem foi ao cinema esperando assistir a mais uma comediazinha fofa com a Marilyn Monroe, caiu do cavalo! Com o perdão do trocadilho...

O poster principal é um oferecimento härmonyhousr

Veja também:
Nomes de filmes no Brasil e em Portugal


[Ouvindo: Owari wo Mitsumeru Shunkan – Pearl Kyoudai]

8 comentários:

Fabulastic disse...

hmm... um comentário de português chato:

Quando escreve «Duvido que a ditadura o deixaria passar.» queria ter escrito «Duvido que a ditadura o deixasse passar.»

Uma vez que usa «que» deve utilizar o pretérito imperfeito do conjuntivo (ou subjuntivo como se diz aí) e não o condicional.O condicional usa-se quando existe uma condição. Assim: «Devido ao tema, a ditadura nunca o deixaria passar»

Agora inspire-se no filme e persiga-me com uma moto-serra (que é como cá chamamos à serra eléctrica)


«Ah portuga danado. Ocê vai ver. Vou cortar ocê em pedacinhos!» BRRRRrrrrRRRRrrrrRRRRRrrrrr

:)

Miguel Andrade disse...

Fabulastic, outro comentário chato: Ninguém te ensinou que é falta de educação corrigir os outros publicamente?

O que será mais ruidoso, não ter uma gramática perfeita, ou não ter sido minimamente educado? Fica a dúvida...

Refer disse...

O filme não foi exibido nos cinemas daqui.

Talvez vc não saiba que "Texas Chain Saw..." ficou interditado para exibição na Inglaterra durante anos — lá, era liberado apenas para festivais, mostras, exibições especiais.

É um filme que nunca vi nem vou ver. Com a idade fui ficando cada vez mais intolerante a cenas violentas.

Assisti a uma continuação que era em tom de comédia.

Miguel Andrade disse...

Refer, sabia! Assim como Evil Dead e uma lista específica de filmes.

Fizeram um documentário a respeito faz pouquinho tempo.

VEJA! É muito bom como cinema, cru...

Pri[s] disse...

Não aguentei esse poster d'Os desajustados!

Veja que colocam a Marilyn num vestido branco, super lembrando a posição "ventinho da estação de metrô". Coitada, fazia tanto esforço pra ser levada a sério e sempre voltavam colocando mais do mesmo.

Ela está incrível nesse filme. É uma pena que tenha sido o último :(

Miguel Andrade disse...

Pris, até a Leila Diniz fez uma cena bem parecida com essa de Os Desajustados! hahaha

Fabulastic disse...

Ups! AS minhas desculpas Miguel!

Parece que houve um mal-entendido. É absolutamente normal haver estas pequenas distrações ao se escrever. Não quiz de todo ser inconveniente.

A intenção do post era o oposto: ao fazer o papel de «chato» queria dizer justamente que às vezes certas pessoas dão-nos vontade de pegar numa moto-serra e cortá-las em pedacinhos.

Infelizmente, a piada não resultou.

Mais uma vez as minhas sinceras desculpas!

Miguel Andrade disse...

Fabulastic, ok.

Related Posts with Thumbnails