segunda-feira, 24 de maio de 2010

Necromania: O Ed Wood desaparecido

Quanto mais filmes de Edward Wood Jr. se assiste, mais ele se torna uma figura fascinante. 'Necromania': A Tale of Weird Love! não parece que foi produzido 12 anos após Plan 9 From Outer Space.

Ele não só deixou de amadurecer a técnica como parece ter desaprendido algumas outras coisas. O diferencial é que este, produzido em 1971, é colorido!

E ainda é uma tentativa de entrar na promissora tendência 70’s do cinema com sexo explicito. Mas a história é tão maluca que o (fraco) sexo fica em segundo plano.

Dado como perdido por mais de uma década após ter sido lançado, é baseado num conto do próprio Ed Wood, assim como já tinha sido Orgy of the Dead de 1965. Só que aqui a direção é dele mesmo, com o pseudônimo Don Miller.

Casal, cujo marido tem problemas de ereção, vai bater à porta da Madame Heles pedindo ajuda. Uma feiticeira que faz bizarros rituais pelada com uma caveira dourada.

A Vampira (Maila Nurmi) contava que Wood lhe ofereceu este papel, mas assim que leu no roteiro que teria que ficar nua em cima de um caixão declinou do convite. Aliás, o caixão é o mesmo em que o Criswell entrou em Night of the Ghouls.

Outro detalhe para os fãs do diretor, é que o nome de Bela Lugosi é citado logo no começo, quando os protagonistas chegam a mansão da curandeira. O que indica que os cenários deveriam ser tão assustadores quanto o castelo de Drácula.

Este seria o menor orçamento que Wood conseguiu para filmar, o que justifica a total miséria de elenco e cenários, ainda maior de que aquela vista em seu filmes mais conhecidos. Na versão hardcore de 54 minutos, temos meia dúzia de pessoas em cena, a maior parte do tempo nuas numa cama com colcha de pelúcia.

Nos créditos iniciais está que “Nosso cast preferiu continuar anônimo”, mas a mocinha é ninguém menos do que Rene Bond! De rosto marcante, ela é figurinha mais do que carimbada em boa parte da pornografia da década de 60 e 70.

E depois de toda a tentativa de sexo picante (com closes assustadores dos órgãos sexuais femininos) e horror sobrenatural, ainda tem mais! Somos surpreendidos com uma caveira usando peruca com “The End” escrito na testa.

Veja também:
O que não mata engorda
A inacreditável Orgy of the Dead
Maila Nurmi e a vingança dos rejeitados


[Ouvindo: Dirty Epic – Underworld]

6 comentários:

qualquergordotemblog disse...

Ah se tivesse sido lançado em DVD em Brasúndia...

Miguel Andrade disse...

qualquergordotemblog, ninguém compraria e/ou custaria uma pequena fortuna.

qualquergordotemblog disse...

Verdade.

Miguel Andrade disse...

qualquerG, cansado de achar coisa bacana e descobrir que não é pro meu bico!

Igres Leandro disse...

Acho que vou baixar esse filme. Obrigado pela dica.

Miguel Andrade disse...

Igres, por sua conta e risco! rs

Related Posts with Thumbnails