segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Inesgotável mina de ouro

Sorte tem o Universal Studios que há 70 anos desembolsou uma ninharia pra fazer alguns filmes e ainda ganha por eles. De refrigerante a sucrilhos, seus monstros clássicos estão em todas!

E quando falo em ninharia, foi ninharia mesmo. A propósito “o filme mais caro da história” vem sendo feito desde que eu me entendo por gente!

Puta marketing manjadíssimo do cinema americano e ainda tem gente que cai. Já os grandes épicos em cinemaScope do final da década de 50 usavam em seus posteres em letras garrafais “O filme mais caro já feito!”.

Produções mega milionárias em CinemaScope, aliás, foi o recurso para levar o povo, hipnotizado com a recém criada TV, de volta as salas de projeção, depois do mal fadado 3D. E tanto tempo depois estão na mesma situação e apelando de novo ao 3D...

E a galerinha cai como pato achando que vai presenciar ostentação de bufunfa. BA-LE-LA! Ainda mais lá, no esquema industrial muito bem azeitado deles, imagina se não está tudo pré-pronto.

As imagens são um oferecimento JasonLiebig

Veja também:
Mais vida no seu café da manhã
A era das trevas
O sensacional Odorama
CinemaScope - o milagre moderno
Sucesso gigantesco


[Ouvindo: Day Break – Barry Manilow]

2 comentários:

Leo disse...

Reciclar, seja roteiros clichê ou argumentos de venda, é uma das especialidades das mentes "brilhantes" que dirigem os estúdios desde sempre.

Miguel Andrade disse...

Leo, então imagina com figurinos, cenários, etc!

Related Posts with Thumbnails