terça-feira, 25 de agosto de 2009

Peça pra mamãe comprar!


A legítima Baby Jane Hudson Doll é o sonho de consumo tanto das tietes quanto da própria estrelinha mirim. Mimadíssima, a multi talentosa garota ostenta sua reprodução como um troféu.

Além de ser economicamente rentável, é o congelamento da infância á posteridade. Felizes são os pais que podem trocar aquelas fotos na parede da sala por reproduções deles em vinil.

Bye bye reproduções amareladas com os ex pimpolhos em frente a cavalinhos de pelúcia, ou segurando o telefone como gente grande .

Uma graça! E adoro quando a vida imita a arte, embora alguns filmes vistos pela segunda vez se tornam maçantes.

Pra não perder o embalo, aumente o som e assista ao fabuloso movie mix de O Que Terá Acontecido a Baby Jane? (What Ever Happened to Baby Jane?, 1962) abaixo. Não precisa ter medo, e este post fará mais sentido.


A foto da Baby Jane é um oferecimento gato zeca

Veja também:
Seis meninas prodígio que cresceram bem
Quando o chinelo não surte efeito


[Ouvindo: Flor de Mal – Tito Larriva and Steven Hufsteter]

6 comentários:

Liane disse...

certeza que maisa será uma jane hudson e fará a alegria de programas estilo Marcia e Super pop daqui uns 15 anos!!

Miguel Andrade disse...

Liane, ai.... Será que ela tem uma irmã?

ed disse...

Acho que ela é filha unica. Mas vai que a "fabrica" encomende outra para suceder a maisa, quando ela esticar e "perder" a "graça"(?) ... q medo!

e ela acabou de lançar um CD! Credo!

Miguel Andrade disse...

Ed, CD com participação especial de Ivete Sangalo.... ¬¬

Pois é, ainda dá tempo dela ganhar uma irmãzinha.

Eduardo Iribarrem disse...

baby jane dos trópicos.

Miguel Andrade disse...

Eduardo, Shirley Temple dos pobres.

Related Posts with Thumbnails