quinta-feira, 2 de março de 2017

Os Três Patinhos, os amiguinhos da Gretchen

 Percebendo que Gretchen, sua principal criação, fazia um tremendo sucesso entre as crianças o produtor argentino Mister Sam bolou um projeto direcionado a elas. Os Três Patinhos – Fazendo a Festa foi lançado em 1980 pelo selo Visior/Copacabana.

O carro chefe era, claro,  suas composições já gravadas por adultos como Freak Le Boom Boom da Gretchen e ainda Severina Xique Xique muito popular na voz de Genival Lacerda. Aliás, os vocais eram de anônimos eletronicamente alterados para parecerem patos.
Deu bastante certo como sabemos e gerou muitos outros discos. A ideia não era novidade alguma. Em 1958, nos Estados Unidos, Alvin and the Chipmunks (Alvim e os Esquilos) foi um fenômeno de vendas também com anônimos de vozes alteradas cantando músicas natalinas, sucesso que se estendeu por décadas até virar série de filmes e desenho animado nos dias atuais.

Os Três Patinhos vinham num vinil colorido que enchia os olhos da molecada. Curiosamente (ou não), mesmo voltado ao público infantil eles incluíam músicas de duplo sentido, como por exemplo Ela Deu o Rádio ou Mata o Véio que você escuta no player abaixo.

Até citações a drogas como nessa versão de Lança Perfume da Rita Lee. Patinho nem se furta de imitar o tsss, tsss do entorpecente. Ah, os anos 80 (“no meu tempo era tudo tão ingênuo”?)!

No embalo do sucesso passaram a lançar discos temáticos para festividades como dia das mães, natal, etc. Nenhum vendeu tanto quanto o que tinha “parabéns a você”, um compacto praticamente onipresente nas festinhas da época.
Único porém é que os convidados cantando sempre abafavam os Três Patinhos na vitrola, por mais alto que estivesse o volume. Essa situação está na memória afetiva de toda uma geração.

O inevitável encontro finalmente aconteceu, Gretchen, a Rainha do Bumbum, máquina de hits da discoteca nacional, se encontrou com os Três Patinhos num compacto por volta de 1984. Foram nada menos do que quatro grandes sucessos da diva agora acompanhados do vocal dos nossos amiguinhos baladeiros. Ouça a contagiante Freak Le Boom Boom! 

Incluindo aí os tradicionais gemidos da cantora e na capa um dos patinhos de olho no célebre traseiro da cantora.  Isso tudo anos antes de Xuxa, modelo e capa de revistas masculinas, virar a maior vendedora de discos cantando para crianças.

Gretchen, como já dito aqui, era muito popular entre crianças. Tanto que espontaneamente virou cantiga de roda e jogo no recreio da molecada: “Gretchen, bolete, pisa no chiclete, quem se mexer vai imitar o bumbum da Gretchen” e quem se mexia depois de girar ia no meio da roda e rebolava com todo mundo cantando Piripiripiri.

Mas o tempo passou e se foi difícil para Leo Jaime e Ovelha, foi difícil para Os Três Patinhos. Como tantas outras estrelas oitentistas, Os Três Patinhos continuaram sua trajetória lançando discos e coletâneas até serem esquecidos pela maioria.
Imagens: Mercado Livre
Atualizados com o momento, chegaram a lançar CDs na década de 90, com visual modernizado na capa e cantando hits do momento, mas foi difícil se manterem no auge. Hoje vídeos no YouTube  com seus grandes sucessos são sempre acompanhados de centenas de comentários nostálgicos.

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails