sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

Rum, Coca-Cola e um processo na justiça

 Uma das músicas mais tocada nos EUA em 1945 foi Rum and Coca-Cola na voz das Andrews Sisters. A composição de Morey Amsterdam alcançou o topo da Bilboard por 10 semanas e até hoje é bastante popular!
Ouça no player abaixo ou clicando aqui.

Só que a canção era plágio! Amsterdam negou, mas provavelmente havia ouvido na rádio ao visitar a Trindade e Tobago em 1953 e simplesmente trocou levemente a letra em inglês.

Ouça a original no player abaixo ou clicando aqui

Lord Invader
Esse calipso na verdade pertencia a Lord Invader e Lionel Belasco, dois artistas locais que também alcançaram certa popularidade em seu país. Processaram o norte americano e ganharam a ação como era de se esperar.

A letra original, como geralmente são as letras de calipso, comentam um momento do cotidiano da sociedade. No caso, as mulheres de Trindade e Tobago que se aproximavam dos soldados americanos nas duas bases que os EUA tinham no país atrás de benefícios como dinheiro e guloseimas.

Em inglês também há referências sobre prostituição ("Tanto a mãe quanto a filha / Trabalham para o dólar ianque"). As doces Andrew Sisters declaram depois que nunca tinham percebido a fundo o sentido dos versos.

Rum and Coca-Cola chegou a ser proibida em algumas rádios dos EUA, mas não por esse motivo. Algumas emissoras reclamaram da citação a bebida alcoólica, outras pela marca do refrigerante, que poderia ser merchandising gratuito.

Veja também:
Madonna no banco dos réus
O que se passa com a patota do Ronald?
Quibe clássico: Rebecca e A Sucessora
Quando a canção que o cantor odeia vira hit

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails