sexta-feira, 13 de junho de 2014

Quase Tarzan com uma boa causa


Capa de O Menino Rei (少年王者), arte e criação de Soji Yamakawa. Ele possui evidente referência ao ocidental Tarzan, um dos mais famosos personagens transformado em pulp a partir da década de 30 no mundo todo.

Tarzan de Edgar Burroughs gozava de muita popularidade no Japão até ser varrido, por razões óbvias, dos cinemas e livrarias durante a 2ª Grande Guerra e um bom depois. A capa acima data de ano Showa 21, provavelmente 1946 no nosso calendário.

Muitos artistas locais criaram sua versão do Homem Macaco, saciando a sede dos fãs por aventuras na selva. Osamu Tezuka (logo depois de Soji Yamakawa) criou o Jungle Makyo (imagem ao lado) com seu inconfundível traço.

Não deve ser exagero apontar que Hayao Miyazaki também foi na fonte de O Menino Rei para criar a obra prima Princesa Mononoke (Mononoke-hime , 1997). Miyazaki assume ter sido um leitor de Soji Yamakawa na juventude.

O Menino Rei não era bem mangá, embora tivesse suas aventuras publicadas com regularidade junto com as de outros personagens, conforme os mangás são até hoje. Eram ilustrações riquíssimas acompanhadas por texto.

 Sua leitura foi bastante incentivada para crianças do Japão pós-guerra por seu fundo de superação. Afinal, a nação em frangalhos podia tirar alguma lição da história do garoto que esquecido à própria sorte no Quênia tornou-se um rei.

As imagens são um oferecimento Tezuka Osamu Official

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails