quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Crime perfeito na noite do Oscar!

Sorte e azar andando de mãos dadas na cerimônia do Oscar de 1938. Indicada pelo segundo ano consecutivo como atriz coadjuvante, Alice Brandy finalmente ganhou por Na Velha Chicago (In Old Chicago, 1937 de Henry King)... Mas não levou!

Impossibilitada de participar da festa, a atriz não chegou a pedir a alguém para representá-la. Um desconhecido se levantou, subiu ao palco para receber e tomou chá de sumiço nas barbas de todos!

Até hoje, após 74 anos, ninguém sabe quem foi o larápio mais descarado da história da Academia, nem que fim levou a estatueta em si. Foi o primeiro e único caso parecido a acontecer!

 Reflexo de quando a entrega não era transmitida pela TV ou com maiores cuidados de registro. O crime só foi descoberto dias depois, quando Alice Brandy ligou na Academia reclamando que ainda não tinha recebido seu Oscar, esclarecendo depois que desconhecia a pessoa que o recebeu.

O site Original Prop desmente o final triste largamente propagado (inclusive no IMDB). Teriam demorado tanto pra fabricar outra cópia e fazer justiça, que ela morreu antes, em 1939, sem chegar a botar as mãos no tão sonhado prêmio.

Realmente a atriz faleceu no ano seguinte, mas, conforme a foto publicada num jornal da época, foi ressarcida. Hoje é um dos raros prêmios que sobreviveu de quando coadjuvantes eram considerados subcategoria e recebiam estatuetas de tamanho menor com plaquinha.

A primeira imagem é um oferecimento Listal.

[Ouvindo: Freedom – Anthony Hamilton]

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails