segunda-feira, 2 de abril de 2012

Faceboqueteando uma calça Lee

Esse post do Epic Tudor me lembrou daquele memê do Facebook que parecia legal quando vi pela primeira vez e depois virou uma coisa repetitiva e estúpida. Como eu me imagino numa Lee original 131:


Como eu provavelmente fico numa Lee original 131:


Cowboy vestido com saco de batatas! Se há estilo (modinha?) que não me pega é andar por aí de molambo, principalmente um molambo CARO!

Esse já é o meu default, amiguinho. Conseguir viver em sociedade todo arrumadinho é que são elas.

[Ouvindo: Les Halles – Astor Piazzolla]

4 comentários:

Daniel Tavernaro disse...

Tive uma há uns anos atrás, sem saber do "porque" da marca... Mas era uma calça comum, como qualquer outra baratinha. Engraçado como às vezes a marca é o antônimo do produto. Em alguns outros casos, por ser de marca faz sim toda uma diferença no corte - que é o que mais reparo.

Miguel Andrade disse...

Daniel, lamento sempre muito quando produtos simples forçam status e acabam mais do que triplicando o preço. Como Havaianas e agora algumas tubaínas.

Levis pelo menos são duradouras, jeans reforçado coisa e tal.

Leticia disse...

Antigamã calça jeans se prestava a uma só coisa: serviço pesado.

Como o serviço pesado sumiu da vida das pessoas, a calça jeans serve a outra função, às vezes tão rude quanto: endireitar corpos que não têm mais solução.

E essa Lee originex era tão dura e não anatômica quanto a US Top. Lembra que já comentamos aqui?

Miguel Andrade disse...

Letícia, verdade, já comentamos aqui. Na época em que postei um anúncio de uma calça que agora não lembro mais a marca.

Related Posts with Thumbnails