quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Amendoim japonês

O duo The Peanuts foi formado por Emi e Yumi Itō no final da década de 50. Quase que paralelamente estrearam no cinema como contratadas do lendário Toho Co.

Criador de Godzilla, o estúdio as aproveitou 1961, dando-lhes o papel das fadas Shobijin e Shobijin no primeiro Mothra (Mosura de Ishirô Honda). Eram os seres minúsculos e selvagens que ao entoarem um canto exótico despertavam a mariposa gigante.

Graças a isso, The Peanuts ficou conhecido em todo planeta, façanha difícil para qualquer artista japonês! Chegando a se apresentar no prestigiado programa do Ed Sullivan nos EUA.

A imagem acima é de Godzilla contra Ghidorah (San daikaijû: Chikyû saidai no kessen, 1964 de Ishirô Honda), crossover envolvendo Mothra, Godzilla, Ghidrah e Rodan! Os fãs não sabiam, mas a película também era histórico por registrar a despedida da dupla nos personagens.

Ao todo participaram de três filmes da série, sendo que não houve interpretes tão marcantes quanto Emi e Yumi até 2004. Em Godzilla: Final Wars (de Ryuhei Kitamura), última aparição da mariposa monstruosa na tela grande, as fadas nem irmãs eram...

Assim, seguiram bem sucedida carreira musical até a década de 70, consideradas o primeiro grande grupo pop nipônico. Gravaram uma série de músicas do folclore japonês e hits internacionais como um inevitável disco de bossa nova.

Como atrizes as aparições foram esporádicas e não tiveram distribuição internacional como os as Mothra. Também não devia ser fácil encontrar novos filmes que necessitassem de gêmeas.

Idênticas! Tão idênticas que por muitos anos achei que a fadas da Mothra eram alguma uma trucagem com espelhos.

Pra piorar a confusão, elas ainda falam o texto em uníssono. O único efeito especial perfeito de todo o filme não era efeito especial!

O vídeo deste post (ou clicando aqui) é uma oportunidade de vê-las em ação longe do monstro gigante que lhes projetou internacionalmente. Umas das últimas apresentações até se aposentarem em 1974.

A capa do disco é um oferecimento Naibusyougai_x1

Veja também:
A canção de Mothra


4 comentários:

Leticia disse...

Parecem duas minhoquinhas de jardim! Gostei!

Miguel Andrade disse...

Letícia, as próprias!

Caio Chaves disse...

Na verdade Miguel,houve também um popular grupo disco softcore japonês, que atualizou esse conceito de unicidade, foi as Pink Ladies(de 1976), inclusive elas tiveram um bizarro programa na CBS ou ABC no final da década, apresentado por um antigo ator trash dos anos 60, que infelizmente não me lembro.
Um abraço e adoro seu blog.

Miguel Andrade disse...

caio, legal a informação. Vou procurar mais de Pink Ladies. Parece que caminharam no terreno arado pelas Peanuts, então já em vias de aposentadoria.

Obrigado pelo comentário e por gostar! :)

Related Posts with Thumbnails