quarta-feira, 25 de maio de 2011

Encarte mais legal do mundo

CDs como a trilha sonora de Cantando na Chuva (Singin' In The Rain) lançado pela Rhino faz um bom tempo, ainda valem o investimento no disquinho plástico. Mesmo com a praticidade do MP3!

Vem com um livrinho contando os pormenores das gravações de cada faixa com um detalhe: Esse encarte vira um flip-book! Quando se desliza o dedo entre as páginas dá pra ver Gene Kelly dançando!

Técnica básica de animação quadro a quadro que remonta aos primórdios do cinema. Assim como o próprio filme dirigido por Stanley Donen e Gene Kelly em 1952 se referia ao início da sétima arte.

E claro, de ouro a trilha em si, que inclui gravação de rádio 30’s com a música tema e versões excluídas como aquelas com a frágil voz de Debbie Reynolds. Uma pena a sua versão de “You Are My Lucky Star” ter ficado de fora do corte final.

[Ouvindo: One More Time - Vince Giordano And The Nighthawks]

8 comentários:

Ricardo A.M. disse...

Eu sou suspeito pra comentar esse post. Acho o mp3 prático, mas não abro mão de comprar meus CDs. Não adianta, eu preciso ter algo físico nas mãos, olhar a capa, o encarte, os detalhes...

Dependendo do mp3 você não fica sabendo nem quem está cantando!!!!!

Refer disse...

A boa 'You Are My Lucky Star' é com Linda Scott. Vai nessa:

http://www.youtube.com/watch?v=qzl-y3_i2Bg

Miguel Andrade disse...

Ricardo, acho CD caro e ocupa espaço, junta pó. Tempão que não compro CD.

Sem falar que escuto uma vez e não dou mais bola. MP3 a gente junta milhares e deixa no randômico tocando.

Miguel Andrade disse...

Ricardo, acho CD caro e ocupa espaço, junta pó. Tempão que não compro CD.

Sem falar que escuto uma vez e não dou mais bola. MP3 a gente junta milhares e deixa no randômico

Refer, verdade! A Scott também gravou!

Leticia disse...

Se há um flip-book, deve haver alguma "altura" no encarte. Simpático!

Miguel Andrade disse...

Letícia, bem! Parece uma bobagem, mas faz todo o charme no produto. Importado, lógico.

Leticia disse...

Bobagem, nada! Essas coisas é que fazem a diferença.

E não bobagens do tipo, si lá, a última ferramenta do Facebook.

Miguel Andrade disse...

Letícia, pois é! E a indústria liga menos pra isso.

Preferem investir "na última ferramenta do Facebook". Tá uma confusão dos diabos entre visibilidade e relevância.

Related Posts with Thumbnails