sexta-feira, 11 de março de 2011

Só a nata do cinema B

Num espetacular oferecimento de Greenbiar, a fina flor da sociedade horrorifica em noite de gala! Mais precisamente em 19 de janeiro de 1965.

Estavam ali para a pré-estreia de Túmulo Sinistro (The Tomb of Ligeia), uma das sete adaptações de Edgar Allan Poe por Roger Corman. O ano que se sabe atribuído a este filme (1964) não bate como a do material publicitário da época (1965), mas tá valendo.

Em sentido horário temos Carroll Borland, a parceira morta-viva de Bela Lugosi em A Marca do Vampiro (Mark of the Vampire, 1935 de Tod Browning). Devidamente caracterizada como seu único personagem famoso, mais um casaquinho onça, como a ocasião pedia.

Atrás dela, o astro da noite Vincent Price. Ele havia firmado um longo contrato com a American International (AIP), produtora das adaptações de Poe, portanto, devia estar se sentindo em casa.

O grandão maquiado seria Jeepers Keeper (Fred Stutman), apresentador de filmes de terror na TV dos EUA. Chama atenção sua altura, sabendo que Vincent Price possuía 1,93m, consegue ser maior.

A senhora seguinte é Elsa Lanchester de A Noiva de Frankenstein (Bride of Frankenstein, 1931 de James Whale). Esquisito que ela tenha sido The Bride, num tremendo sucesso da Universal e seguiu em papéis na maioria secundários.

Com elegante chapéu de cossaco, a estrela Maila Nurmi. Ex-pinup, ficou mais conhecida como Vampira, apresentadora de TV e atriz de Plan 9 From Outer Space (1958), obra máxima de Ed Wood.

Veja também:
As adaptações de Edgar Allan Poe por Roger Corman
Vampiro marcado
Maila Nurmi e a vingança dos rejeitados


3 comentários:

Leticia disse...

Morria sem saber que o personagem de Yvonne de Carlo em A família Monstro foi chupada da de Carroll Borland...

Refer disse...

Sei não, Leticia, acho que a Lilly Monstro tem mais a ver com a Mortícia, da Família Addams; melhor, tem TUDO a ver.

Miguel Andrade disse...

Letícia e Refer, tanto Lilly Monstro quanto Mortícia Adams são claramente inspirada na Vampira, que por sua vez deve ter se inspirado na Carroll Borland.

Agora, há um lance de espionagem entre A Família Adams e Os Monstros. O segundo foi lançado às pressas no menor sinal de que teria o seriado dos Adams, adaptação das tiras em HQ.

Related Posts with Thumbnails