segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Tura Satana R.I.P.

Faleceu na última sexta (4), a atriz Tura Satana aos 76 anos de idade. Daquelas figuras que só conheceram o status de Cult na posteridade.
Imigrante japonesa, striper, em 1963 tentou a sorte como atriz vivendo a prostituta Suzette Wong na comédia romântica Irma La Doulce de Billy Wilder. Como não havia muito espaço para rostos étnicos em Hollywood, não teve necessariamente uma carreira.
Até conseguir o papel de Varla, líder carateca numa gang de garotas em Faster, Pussycat! Kill! Kill! de 1967. Com direção de Russ Meyer, o filme foi redescoberto na década de 90 pela galera do cinema independente americano, entre seus defensores está Quentin Tarantino.
Numa piscadela dos detentores dos direitos autorais de Meyer, ela registrou o visual do personagem em seu nome e passou a viver de aparições em convenções de fãs. Bem longe, claro, da cinturinha de vespa que fez sua fama.
Sua biografia é bem excêntrica. Por exemplo, ela aprendeu a lutar caratê de verdade, após ser violentada na infância.
Leia mais sobre Tura Satana clicando aqui.
A foto maior é um oferecimento Jalopnik e a menor Bobby Pin Blog

Veja também:
Russ Meyer - Quando o cinema tinha mais peito


2 comentários:

DAVI VALLERIO disse...

AI QUE PENA,AMO PUSSYCAT,TOP FIVE TOTAL E SEMPRE ACHEI A TURA A CARA YONA MAGALHAES,SE TIVESSE UMA VERSÃO GRINGA PRA ROQUE SANTEIRO ELA SERIA A DONA DA BOATE SEXUS

Miguel Andrade disse...

Davi, verdade hahahahahhahahah!!!

Tia Yoná fez uma gueixa em sua novela de estréia. Deve ter algo de japonesa sim. haha

Related Posts with Thumbnails