segunda-feira, 26 de abril de 2010

O incrível hunk


A fonte da palavra Hunk lembra bastante a da série Hulk, o que já dá pra entender direitinho em que época o filme foi produzido. E ótima a definição do Michaelis para hunk:
Nos idos do boogie nights (últimos suspiros da película, antes do videotape revolucionar a indústria pornográfica) não se podia acusar os filmes de terem títulos mentirosos. Não poderia haver palavra mais justa para esta rara incursão de Rex Morgan na área.

Como a maioria desse povo desinibido, também é conhecido por outro nome, Buck Hayes. Apareceu em várias revistas de nu na década de 80 e tomou um belo chá de sumiço.

Acha-se pela web suas fotos literalmente a dar com um pau, mas nada da biografia do moço. Não que vá mudar alguma coisa na minha vida saber se pelo menos ele ainda está entre os viventes...

Lembrou-me do nosso Jece Valadão numa entrevista pouco antes de falecer. A jornalista lhe perguntou como gostaria de ser lembrado: “Não gostaria de ser lembrado! Porque sinceramente, não vale a pena!”.

Veja também:
O Crepúsculo de Jeff Stryker
Encontro dos lendários Joey Stefano e Jon Vincent
A grande chance de Bill Cable
Memorável Jack Wrangler
Al Parkers para todos os gostos
O que terá acontecido a Germano Vezzani?


7 comentários:

Leticia disse...

Seu texto é muito engraçado, Miguel, rindo frouxa aqui...

Miguel Andrade disse...

Letícia, serio? :D

Anônimo disse...

Uma parte do meu corpo gostaria de lembra-lo !hehehe

Leticia disse...

Sim, Miguel. Você tem o dom de escrever.

Miguel Andrade disse...

Anônimo, imagino! Imagino...

Letícia, obrigado! :D

@SFranciscoTweet disse...

Extremista bonito!

Miguel Andrade disse...

@SFranciscoTweet, chega a ser estranho pra mim...

Related Posts with Thumbnails