sexta-feira, 1 de janeiro de 2010

Bonde da Tinona

Felicidade é isso! Tina Turner toda toda puxando o cordão das calcinhas em 1972.

E se manter no topo é que são elas, né? Raramente Tina Turner é lembrada como residente no tal Sacro Olimpo das Divas Pop Negras Norte Americanas.

Sem falar que sobreviveu aos cacetes do tal Ike, mas lógico, lembro só da fase 80. Bem poderosa ao ponto de lotar o Maracanã e aparecer anunciando All Star na TV...

Um oferecimento Vintage A’Go Gô

[Ouvindo: Pass This On – The Knife]

8 comentários:

Refer disse...

É muito injusto que Ike Turner passe para a história como um mero 'espancador de mulheres'.

Essa nêga teria passado a vida lavando roupa no Tenneessee, se não fosse pelo Ike Turner. Ninguém sentiria a menor falta, e a história do rock e do rhythm & blues teria sido a mesma, provavelmente — já Ike Turner, teria sido outra, muito menos ilustre, com toda certeza.

Miguel Andrade disse...

Refer, ahá! Claro, mas isso não tira o mérito dela, ou o desmérito das surras, né?

Refer disse...

Mesmo se tratando de um gênio, Ike Turner não tem de ser 'perdoado' pela violência. Não é isso. Sem esquecer que, no caso, se alguém gostava de bater havia alguém gostava de apanhar.

O que enjoa é que parece que se lembram somente dessa patologia do grande músico.

IT criou TT e não o contrário. Ele inventou o conceito, o som, o visual. Era o arranjador, o maestro, o líder, era quem escolhia o repertório. As garotas chamavam-se Ikettes (não Tinettes). A cinebio não mostra isso não; mostra o Ike quase como um gigolô. Aguardo a cinebio que mostrará o IT como um dos caras que definiram a história do rock e do r'n'b, sem sentimentalismos, e sem dourar a pílula. Ele não era santo, muito ao contrário.

BTW eu gosto muito da TT anos 60 e 70 (fase Ike), cantava pra caramba e a fdp tinha mais soul que todas as Beyoncés da vida juntas. Gosto menos da fase em que ela colou nos amigos ingleses, escoceses dela, embora continuasse bacana.

Miguel Andrade disse...

Refer, ah, sim! Eu tinha entendido. Só falei dele do post pra fazer a ponte entre a época da foto com a fama dos 80. Concordo como você.

Tchia Deslogada disse...

Lotou o Maraca e entrou chacoalhando em cima de um carro alegórico ao som da bateria da Beija Frô, com o Neguinho anunciando: "Olha a Tina Turner aí, geeeente!".

Miguel Andrade disse...

Tchia foi, viu e sobreviveu!

Tchia Deslogada disse...

Tchia viu pela Grôbo e gravou tudi. Pena que o VHS já foi pras cucuias há séculos. :(

Miguel Andrade disse...

Tchia, tambi vi na Globo. E malditos VHS! :/

Related Posts with Thumbnails