segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

A velha e boa luta de espadas

Tyrone Power não se faz e rogado. Encara de frente uma espadada do Basil Rathbone!

Filme capa e espada sempre dá aquele cheirinho de mofo no ar. E como pouco me importo para ano, gênero, se é em berrante Technicolor ou esplendoroso branco e preto, me assusto ao procurar algumas biografias dos que estavam na meia idade.

Cabelos grisalhos? Nasceu em 1890 e pouquinho, com certeza! Rathbone, calejadinho em produções de classe A a Z, é um deles.

Norma Varden, a senhora boa praça de incontáveis películas, é de 1898, Charles Coburn, seu parceiro em Os Homens Preferem as Loiras (Gentlemen Prefer Blondes) de 1877!!! Uau!

Há nomes que por si só já me remetem a antes da abolição da escravatura. Douglas Fairbanks, por exemplo...

Veja também:
A última apaga a luz
Passando tempo no IMDB
Uma vida em tons de cinza


[Ouvindo: Telecaster Ride – Momento 68]

16 comentários:

Edgar disse...

Tyrone Power, Uau!
Em 1998 (acho), Alice Faye o definiu bem: Ele era tão lindo que beijá-lo era como morrer e ir para céu.

Miguel Andrade disse...

Edgar, hehehe que graça de definição!

Dênis disse...

luta de espadas com Tyrone Power DJAAAAA!!!!! :D

Miguel Andrade disse...

Dênis, ele tem cara de ter sido um grande espadachim. Deveria dar um suador danado.

Leticia disse...

Mãozinhas pequenininhas as do Tyrone...

Miguel Andrade disse...

Letícia, pra variar, a senhora repara nos detalhes. Sabia que algumas coisa já posto pensando nisso?

"Deve ter algo a mais aí, a Letícia vai apontar"

Outra... Dentes! Ando paranóico observando. Vi um filme do Rock Hudson em início de carreira e eles eram bem diferentes.

Glauco disse...

Por outro lado, nosso querido Ty é um garotão nascido apenas em 1914!!!

A imagem mais marcante de Ty para mim é a do toureiro valentão em Sangue e Areia, com direito a Rita Hayworth, linda de morrer, se preparando para Gilda.

Miguel, viu que o IMDB lançou uma versão em português? Acabei de ver...

Miguel Andrade disse...

Glauco, ainda não vi!

Refer disse...

O maior espadachim (tá certo isso?) do cinema foi Stewart Granger. Há cenas dele em duelos de espadas de mais de 5 minutos sem cortes. Hoje, as cenas de esgrima no cinema são ridículas, um corte por segundo.
Quem nunca viu, assista Scaramouche, com SG e Eleanor Park. ô saudade.

Miguel Andrade disse...

Refer, Scaramouche é lendário!

Hoje, não sei se ando mais observador ou chato também, mas me irrita reconhecer os dublês. Acho um descaramento. Raramente me enganam.

Olga disse...

O Basil Rathbone, além de vilão, era considerado o melhor dos espadachins de Hollywood, mas como sempre fazia o bandido, só ganhou uma luta na tela, se não me engano, em Romeu e Julieta. E o Tyrone Power morreu lutando com o George Sanders. Enfartou no meio da filmagem.
Naquela época eles tinham que ralar sem dublês.

Miguel Andrade disse...

Olga, sim! Montar, lutar e saracutiar na unha!

Leticia disse...

Ahá! Vai ver foram aqueles papos de dentes outro dia. Os de Rock foram ficando perfeitinhos à medida que o tempo passava, é ou não é? Pois é...

Ontem, num zapping, vi a imagem de Clara Nunes novinha de tudo, com seus dentinhos originais de fábrica. Tão bonitinhos...

Miguel Andrade disse...

Letícia, bonitinhos por serem imperfeitos, como toda a natureza.

Leticia disse...

Quanto tempo não comento aqui... Faz uma semana!

Miguel Andrade disse...

Letícia, humpf! E eu não sei?

Related Posts with Thumbnails