segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Crítica absorvente com linhas serrilhadas


"Talvez o vídeo seja a melhor maneira de se assistir a De Salto Alto, de Pedro Almodóvar. Só assim dá para ver os momentos perfeitos do filme - e não são poucos -, passando em FF pelas chatices. Becky (Marisa Paredes) é uma cantora que está há 15 anos afastada de seu país e de sua filha (Víctoria Abril), "investindo" em sua carreira internacional. Volta para uma breve visita e tem de encarar o homem que foi a paixão de sua vida casado exatamente com sua filha.

Como em toda a obra do cineasta, mil interpretações psicológicas poderiam aparecer. Mas, também como em toda obra dele, isso é o de menos. Melhor é divertir-se com os travestis na boate, com as cenas de sexo, com o desengonço de Marisa Paredes, com o histríonísmo perfeito e na medida de Victoria Abril e com a absurda coreografia das presidiárias.

Erika Palomino"

Texto assinado por Erika Palomino na revista Set, em março de 1993, época em que De Salto Alto (Tacones Lejanos) saiu em VHS no Brasil. Seria um bom filme? Difícil entender.

É um belo exemplo de que cada macaco no seu galho. Embasada em quê ela deve ter escrito isso? Como assim recomendar “assistir as partes chatas em FF”?

As partes chatas devem ser as referências a Ingmar Bergman coisa que provavelmente a senhora Palomino, especialista em MODA, não tinha parâmetros pra comparar. Ô tristeza...

Pelo menos não fez o que a maioria dos amadores fazem, confundir argumento do filme com narração de cenas do filme. E como críticos amadores abundam na Internet, todo cuidado é pouco pra não nos depararmos com spoilers nestas infinitas descrições.

É por essas e outras que Inácio Araújo é meu crítico e nada me faltará!

[Ouvindo: Pretty Little Angel Eyes – Chris Edwards & The Toppers]

12 comentários:

Ca VM disse...

Já dizia Riachão:
http://www.youtube.com/watch?v=uEBOiQ9ss0w

Para variar amei os posts anteriores! Ai... Entro aqui umas vinte vezes por dia atrás de alguma boa distração, alegria.

Aliás, favoritei o "Queer the Pitch" e o "Sissy Dude". MUITO BONS!

E assim vamos vivendo...

Abração!

Glauco disse...

Miguel, sabe por onde andas o José Augusto Lemos que foi crítico e se não me engano, até editor da SET?

Dênis,the menace disse...

Lembro q a SET era algo q prestava ateh a virada dos anos 80 pros 90. Por volta de 92, a coisa xixicocozou total com a chegada de "críticos" do naipe de Erika Palomino, André Forastieri, enfim gente muito boa e gabaritada...NOT!!!!kkk Infelizmente, a revista nunca voltou a ser a mesma...saudades de como a SET era e dos textos como os de Eugênio Bucci, Alex Antunes, Jose Emilio Rondeau, Sergio Augusto, Ana Maria Bahiana(essa eu acompanho pelo blog dela) e de tantos outros criticos de verdade q fizeram a minha cabeça...

Miguel Andrade disse...

CA VM, ai, que bom falar! Passarei a postar as piadas do livrinho do Ary Toledo! :D


Glauco, não sei não.

Dênis, esse texto da Erika até compreendo, ela estava no auge da Folha, mas putz, colocar a mulher pra criticar um filme?

Minha coleção da Set fica no caminho do banheiro, então, na falta de coisa nova pra ler vou fuçar as edições antigas. Lembro que este texto me chocou já na época.

Eduardo Iribarrem disse...

não é o meu preferido do almodóvar, mas com certeza um dos mais emblemáticos. Letal é Fatal! Há quem diga que esse filme seja uma homenagem a Bergman em Sonata de Outono, e eu até concordo.

Miguel Andrade disse...

Eduardo, elas até falam de Sonata de Outono no filme. Também não é um dos meus favoritos, mas é super bacana.

Refer disse...

J. A. Lemos foi editor da Bizz e depois da Set. Foi meu editor na Bizz. Ele produziu um elepê para o selo de discos que tive nos anos 80. Gente fina. Não sei onde está agora, mas sei que continua escrevendo. Posso me informar, caso precisar.

Miguel, vc tem de ouvir Pretty Little Angel Eyes com Curtis Lee

http://www.youtube.com/watch?v=t-hgI1aGTtg&feature=related

Miguel Andrade disse...

Refer, "gente fina" é quem teve selo de elepê!

Opa, vou lá ouvir Pretty Little Angel Eyes com Curtis Lee! abraços!

Anônimo disse...

Erika who ?

Miguel Andrade disse...

Anônimo, boa pergunta.... Taca no Google! :D

Refer disse...

Erika Palomino fez muito pela cultura club e pela cultura GLS, mas não tem nada que fazer resenha de filme porque o diretor é Almodóvar que tem um comprometimento com a estética 'guei'. A maior praga das redações é a 'brodagem': um amiguinho ajuda o outro e phodas-"c" a integridade da publicação e o leitor.

Miguel Andrade disse...

Refer, mais do que apoiado!

Senhora Erika, aliás, realmente fez muito pela cultura pop, gay, etc, mas caiu do cavalo exatamente por deixar seu círculo de noticias restrito às bichinhas que lhe puxavam o saco.

Related Posts with Thumbnails