domingo, 12 de julho de 2009

Neil Tennant abre o jogo

A finada Suigeneris chegou às bancas com esta “bomba” logo na primeira edição. O cara dos Pet Shop Boys assumindo que era gay.

Já em 95 era inevitável o sabor de “Juuura? Ninguém diz!”. Coincidentemente a declaração foi feita na pior fase da dupla, diga-se de passagem, não superada até hoje.

Veja também:
Louella Parsons e Hedda Hopper - As rainhas do mexerico


[Ouvindo: Green Eye Liner – The Girlwatchers]

4 comentários:

Glauco disse...

Tenho minha coleção da Suigeneris guardadinha aqui em casa. Acho que foi um projeto bem ousado pra época, acabou sendo engolida pelo mercado erótico. Só agora com as Junior, Dom e outras que esse tipo de publicação foi retomada.

Em tempo, essa fase do PSB não é das melhores mesmo, mas com uma carreira longa como essa, se permite seus altos e baixos.

Miguel Andrade disse...

Glauco, acho que eles não tiveram mais altos... Não lembro...

Olha, comprei a Suigeneris por um bom tempo, e discordo dessa teoria de "mercado erótico".

As revistas de gente pelada podem até ter uma parcela de culpa, mas ela era muito mal editada. Textos muito ruins.

Pegavam celebridades pra dizer que não eram homossexuais o tempo todo. Caiu na obviedade.

Os colaboradores, como toda publicação ou produto da galerinha "muderrrna" do momento, acabaram ficando na panelinha, na mesmice...

Parei de comprar exclusivamente por isso. Comprava e não dava vontade de ler nada daquilo.

Glauco disse...

Hummm, vou desenterrá-la e dar umas folheadas pra estar mais embasado e depois retomamos esse assunto, rsrsr.

Quando a questão da panelinha, sem dúvidas, você tem toda razão, vejo muito isso nas atuais, enfim. ;)

Miguel Andrade disse...

Galuco, por isso que nada desse povo descolado dura muito. Ficam numa masturbação mutua...

Related Posts with Thumbnails