quinta-feira, 18 de junho de 2009

O dia em que Itapeva parou


Para muita gente com mais de 50 anos em Itapeva (SP) a visita da miss Brasil 1969 é uma das lembranças mais antigas. A catarinense Vera Fischer teria chegado com imenso atraso, e mesmo assim, recebida por um Itapeva Clube (então Gabinete de Leitura) lotado.

Momento tão célebre que dias depois haviam à venda fotos “exclusivas” tiradas pelos fotógrafos locais. Todo mundo deve ter comprado o registro de tão ilustre momento, porque vi várias em poses diferentes.

Como televisão era artigo de luxo, foi comum caravanas das beldades pelo Brasil afora a fim de que todos os mortais pudessem lhes admirar. La Fischer estava com outras misses, mas ninguém deve ter-lhes dado bola já que só as fotografias dela sobreviveram.

A que ilustra este post é desta noite, cedida graciosamente por um amigo.

Veja também:
A Deusa da TV com os pés no abismo
A Lenda da Serpente Gigante
Fotos do Miss Universo 1954


[Ouvindo: Into The Fire – Thirteen Senses]

12 comentários:

Glauco disse...

Vera Fischer como Miss Brasil é um luxo, mas sem dúvidas ficou mais bonita alguns poucos anos depois quando virou estrela de pornochanchadas!

Miguel meu bom, Verinha é natural de Blumenau, portanto, catarinense.

Em tempo, seu fosse jurado do Miss Brasil 1969, teria dado o título para a Miss SP, que terminou como vice de Vera.

Loli disse...

Gente olha esses culotes que horror!

Miguel Andrade disse...

Glauco, acho que foi essa que tava junto da Vera! Meu professor de literatura tinha numa das fotos da vera, essa ao fundo. Era bems em gracinha!

E olha que eu chequei de onde a moça era antes de escrever o post! :D Obrigado!

Ah, verdade, melhorou muito logo depois. Super Fêmea é de 73 e ela tá hiper diferente.

Loli, mero detalhe. Muito mais favorável a estes culotes que aquelas bonecas infláveis de hoje em dia. Todas fakes.

Igres Leandro disse...

Legal a foto! Engraçado como os padrões de beleza mudaram com o tempo, e como hoje em dia nós temos gente disponível e livre pra representar os das épocas passadas.

Até uns anos atrás eu tinha tara pela Vera Fischer.

Miguel Andrade disse...

Igres, tive um chefe que moria por ela!

Naquela novela em que a vera Fischer não se comportou e foi queimada num incêndio, ele quase morreu junto!

Leticia disse...

Ninguém tá achando que peitos enormes e quadris menos favorecidos vão durar pra sempre, não? Logo logo voltam. Com esse cabelo aí...

Igres Leandro disse...

Morreu hoje aquele marido que ela gostava.

Miguel Andrade disse...

Letícia, aham! E esse modelo de maiô também desfavorece. Pra estética da época favorecia, claro.

Igres, Perry Salles? Wow! O vilão de Cinderela Baiana!!!

Refer disse...

Perry Salles fez com Vera o filme 'Intimidade', que eu gostaria de rever. O filme foi dirigido por Mike Sarne (um cara que veio do rock inglês — é contemporâneo de Cliff Richard!) e era grande fã do cinema brasileiro. MS escrevia na revista Films & Filming que eu tentava comprar todos os números e vivia elogiando o Cinema Novo. PS antes de VF foi casado com Miriam Mehler; vi 'Abelardo e Eloisa' com o casal, no teatro.

Miguel Andrade disse...

Refer, lembro bem deles em Super Fêmea, que revi dias destes. Mas Intimidade é super bem conceituado.

Refer disse...

'Intimidade' foi produzido por Perry e Vera. Por motivos que desconheço (cartas para a redação, please) o Mike Sarne abandonou o filme e Perry teve de se virar e terminá-lo. MS surgiu na era do rock'n'roll inglês (1958+ou-) e gravou até meados de 1964, aí, aderiu ao cinema e ao jornalismo e nunca mais cantou, até onde sei.

Miguel Andrade disse...

Refer, e ele super está em atividade trabalhando com ator. Embora não dirija desde 1995. >> http://www.imdb.com/name/nm0765398/

Related Posts with Thumbnails