sábado, 9 de outubro de 2021

Rara heroína brasileira a ter seu próprio gibi completa 30 anos

E até eu estava com saudade de gibi clássico aqui no canal! Nada melhor pra voltar que esta raridade diretamente de 1991, exatos 30 anos.

Andrea, A Repórter, apareceu nas bancas para atender a demanda dos adolescentes que não se identificavam mais com os personagens infantis, mas queriam continuar lendo quadrinhos.  Uma transição complicada que o mercado custou a perceber ou resolver.

Com o traço de Aluir Amâncio, responsável, entre outras coisas pela turma da Tina nos Estúdios Maurício de Sousa. Amâncio que desenharia para os quadrinhos Disney, Xuxa e outros, alcançava aí seu próprio título.

Um traço belíssimo e umas histórias envolventes de aventura, humor e um pouco de romance. Pena que tenha durado apenas três números, mesmo com tanto capricho.

Após três décadas, Andréa, A Repórter, ainda é uma das raras super heroínas 100% brasileiras a estrelar sua própria revista em quadrinhos para um público não infantil. Uma lembrança necessária!

Não se esqueça de deixar o seu like e se inscreva no canal! De graça, simples e nos ajuda de montão.

 

0 comentários:

Postar um comentário

Antes de comentar, por favor, tenha consciência de que este espaço é disponibilizado para a sua livre opinião sobre o post que você deve ter lido antes.

Opiniões de terceiros não representam necessariamente a do proprietário do blog. Reserva-se o direito de excluir comentários ofensivos, preconceituosos, caluniosos ou publicitários.