segunda-feira, 9 de dezembro de 2019

Sem mangá, apelaram para fotonovela do Jaspion

Ninguém dava nada pelo Jaspion quando ele chegou à TV do Brasil em 1988. Era um mero tapa buraco na programação matutina da TV Manchete, cedido à emissora a troco de exibir anúncios das fitas de VHS e dos brinquedos Everest.

A verdadeira coqueluche da época é notória. Sem mangá original, sem nada mais (Jaspion nem era um programa recente no Japão), licenciadores correram como puderam, como foi o caso da Editora Bloch, empresa do grupo da própria emissora.

Hoje uma arte quase morta, a editora tinha na manga décadas de experiência com fotonovelas. Nos anos 80 contar histórias através de fotos já não era uma coisa muito em voga, mas era o que tinham!

Assim sendo, adaptaram alguns episódios do herói para o formato, publicação que durou alguns poucos números. O resultado, com fotografias tiradas da tela de uma televisão, ficou curioso e absurdamente pop, conforme você pode ver no vídeo de hoje!

Mais tarde Jaspion e Changeman teriam suas histórias em quadrinhos pela editoras Ebal e na Abril. Mas aí é causo para uma outra oportunidade.

Não se esqueça de deixar o seu like. Vídeos novos toda segunda e quinta, se inscreva no canal!

0 comentários:

Postar um comentário

Antes de comentar, por favor, tenha consciência de que este espaço é disponibilizado para a sua livre opinião sobre o post que você deve ter lido antes.

Opiniões de terceiros não representam necessariamente a do proprietário do blog. Reserva-se o direito de excluir comentários ofensivos, preconceituosos, caluniosos ou publicitários.