quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Hollywood, prostitutas e motosserras reais e perigosas

 Espécie de mistura de O Massacre da Serra Elétrica (Texas Chainsaw Massacre, 1974 de Tobe Hooper) com o documentário picareta Hollywood Hookers (1979), dois hits do baixo orçamento da década de 70, Hollywood Chainsaw Hookers (1988 de Fred Olen Ray) é um noir slasher. Com muitos, muitos peitos de fora!


Na internet é chamado singelamente em português de Putas de Hollywood Com Motosserra. Mas no Brasil ele foi distribuído de forma marota nos anos 80 como O Massacre da Serra Elétrica 3.

O Massacre da Serra Elétrica 3 (Leatherface: Texas Chainsaw Massacre III de Jeff Burr) de verdade (risos) só seria feito em 1990. Ei, pelo menos Hollywood Chainsaw Hookers conta com o ator Gunnar Hansen, o Leatherface original!

Coisa que nem O Massacre da Serra Elétrica Parte 2 (The Texas Chainsaw Massacre 2 , 1986 de Tobe Hooper) ou o filme de 1990, ou qualquer outro com a serra elétrica tiveram. Hansen teria sido convidado a repetir o papel no remake de 2003, mas declinou dizendo ser um insulto à ideia do filme original, o que também pode justificar sua ausência nas sequências.


E o filme já começa muito bem com um oportuno alerta do diretor aos incautos que porventura possam vir a tentar em casa.
"As MOTOSSERRAS usadas no filme são reais e PERIGOSAS! Elas são manipuladas por PROFISSIONAIS. Os cineastas deste filme advertem para não tentarem fazer isto em casa. Especialmente se estiver nu e prestes a fazer SEXO impiedoso."
Minha Consciência está limpa.
Fred Olen Ray
Manipulada por profissional 1

Manipulada por profissional 2
Manipulada por profissional 3
Todo o filme (75 minutos) foi rodado em cinco dias e meio, mas não tem quem diga, né? Se despesas com figurinos não foi problema pela ausência dos mesmos em boa parte do elenco feminino, a custos dos cenários também foram contidos reaproveitando de outras produções.

Por exemplo, é possível identificar o rosto de Grace Jones na esfinge na grande sequencia da seita. O adereço tinha sido fabricado para Vamp – A Noite dosVampiros (Vamp, 1986 de Richard Wenk) estrelado pela cantora e atriz.
Uma seita de prostitutas adoradores de serra elétrica com as bênçãos de Grace Jones. Por que não?

1 comentários:

nightrider disse...

KKKKKK eu tenho este filme dos tempos do VHS!Admito que sou fã de Tobe Hooper,dos filmes dele e de motosserras!Até tenho algumas aqui(motosserras,não prostitutas)KKKK
Muito bom,cara!

Related Posts with Thumbnails