quinta-feira, 9 de maio de 2013

Bette Davis versus Vanish Poder O2

Para quem se pergunta que fim levou esta ou aquela peça cenográfica ou de figurino de filme clássico, pode ser que esteja num museu! O vestido ensanguentado de Bette Davis em Com a Maldade Na Alma (Hush...Hush, Sweet Charlotte, 1964 de Robert Aldrich), por exemplo, pertence ao acervo do Hollywood Motion Picture Museum.

De Bette Davis em termos. Ele aparece sujo de sangue no flashback da personagem Charlotte adolescente, sempre com uma sombra no rosto, apenas com a voz da atriz.

Mais tarde, num devaneio, Bette Davis mesmo aparece com um parecido, mas sem a mancha. Chega a atirar no noivo sem cabeça, mas não parece que respinga nada.

Hollywood Motion Picture Museum tem a peculiaridade de ter sido criado por ninguém menos do que Debbie Reynolds, que por si só, é uma peça viva da memória do cinema norte americano. Ela o criou em 1972, recolhendo peças dos grandes estúdios que na época se dissolviam ou mudavam de rumos.

 Hoje Reynolds é considerada uma das maiores colecionadoras do mundo, preservando artigos como um dos célebres vestidos que Marilyn Monroe usou em O Pecado Mora ao Lado (The Seven Year Itch, 1954 de Billy Wilder) conforme você vê na foto ao lado. Também promove leilões, embora seja uma organização sem fins lucrativos.

Veja também:
Por onde anda a Senhora Bates?

[Ouvindo: Rock A While – Larry Dale]

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails