segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Todo trash merece o céu: Filme Z restaurado com ajuda de fãs

E eu já tinha pensado nisso. Filmes com apelo comercial são facilmente restaurados e preservados, mas quem se incube dos mais obscuros B?

Aquelas gemas que se lançadas em DVD ou Blu-Ray dificilmente terão seus custos de restauro compensados. Já acho que a transição do negativo simplesmente para o digital de algumas coisas uma super boa vontade de amantes legítimos de cinema.

Filmes trash em domínio público então, só um milagre! E sim! Esse milagre às vezes acontece, como agora com Manos: The Hands of Fate (1966 de Harold P. Warren), presente na maioria das listas dos piores de todos os tempos.

Disponível para livre download no Internet Archive, uma cópia original em 16 mm (bitola em que foi rodado) foi parar acidentalmente nas mãos de um colecionador em 2011. Como dele só existia a versão de quando foi ampliado para 35 mm, toda desbotada (aquela que está para download), o cara resolveu enfrentar a epopeia de restaurá-lo!

Sem grana para tudo (é preciso escanear frame a frame, trata-los, etc), abriu uma vaquinha no Kick Starter com o objetivo de conseguir $10,000 até fevereiro próximo. Surpresa! Arrecadou até agora $23,947!!!

Promete empregar o dinheiro extra em gordos bônus a serem incluídos no BR, incluindo entrevistas com quem ainda estiver vivo. No blog do projeto dá pra ver ao pé da letra o que já foi feito além de acompanhar o que falta.

Nas primeiras imagens que ilustram este post, salvas do blog deles, usei um frame (imagem maior) já limpo e abaixo exatamente o mesmo como tínhamos, sublinhando o quanto de escopo havia sido desprezado. Verdadeiro milagre!

[Ouvindo: I Put a Spell on You – Nina Simone]

4 comentários:

BBardot disse...

Bacana. Não sabia que dava tanto trabalho uma restauração.. escanear frame por frame e editar.. fico imaginando. Revi recente Cristiane F. em dvd na esperança de que fosse uma cópia melhor que aquela que vi em vhs há alguns anos mas não, a mesma escuridão maçante... será que há uma versão gringa mais clara em dvd?

Miguel Andrade disse...

BBardot, não seis e há!

Revi outro dia O Beijo da Mulher Aranha e estava tinindo de novo! Um alívio assistir em wide, áudio original, contrates e saturação bem calibrados.

Parecia que era a primeira vez que estava assistindo. Aliás, parecia um filme atual.

BBardot disse...

Eu assisti O Beijo da Mulher Aranha ano passado numa dessas sessões nacionais da globo...tava bacana. rs
Consegui há alguns meses o dvd com "Lição de Amor" c Lílian Lemmertz.. é fullscreen, o áudio é horrendo e a imagem eh bem vhs... "Mamãe é de morte" do John Waters tb tem imagem de vhs e um menu horroroso.. parece dvd pirata. E em tempo, sempre achei o áudio do cine brasileiro péssimo.

Miguel Andrade disse...

BB, um absurdo a gente não ter uma cópia decente de Serial Mom! Queria aquela especial cheia de extras que saiu lá fora!

Related Posts with Thumbnails