terça-feira, 20 de setembro de 2011

Sem ela não haveria Paramount!

Gloria Swanson linda, linda, na capa da revista brasileira A Scena Muda. No auge, durante o cinema mudo deve ter aparecido em milhares de capas em todo mundo.

Até o áudio chegar aos filmes a partir de 1927, e Swanson e toda uma era virarem coisa do passado. Corajosa, foi a única a topar viver Norma Desmond, a decadente e esquecida atriz do cinema mudo em Crepúsculo dos Deuses (Sunset Boulevard, 1950 de Billy Wilder).

Diziam que havia um trilho pra um trenzinho leva-la da sua casa até o estúdio. E mais! Teria sido amante do papai Kennedy, político que produziu Queen Kelly em 1932, estrelado por ela sob direção Erich von Stroheim, o fiel mordomo Max, na película de Wilder.

veja também:
"Você sabe quanto custa um Isotta Fraschini?”
Fume tal e qual Norma Desmond



5 comentários:

Diogo disse...

A moda dos anos 20 é a minha preferida!

Diogo disse...

E eu pesquizando de bobeira no youtube e acho isso: http://www.youtube.com/watch?v=kkC_NVwAmYQ os loucos anos 20 se encontrando com os os loucos anos 60 hahahahaha

Miguel Andrade disse...

Diogo, nos 60 houve certo resgate dos 20. Até no cinema.

Meu Deus, olha ela no vídeo. Hehehe! Ótimo. Valeu.

Leticia disse...

Também adoro, Diogo. Se pudesse saía por aí, toda art-déco.

Miguel Andrade disse...

Letícia, somos 3!

Related Posts with Thumbnails