terça-feira, 26 de julho de 2011

Dona Maria, a professora de datilografia

Cada país tem o Genival Lacerda que merece. Os patrícios portugueses estão muito bem servidos com a sanfona do Quim Barreiros!

O rei lusitano das músicas de duplo sentido, ou “música pimpa“, como eles se referem lá. Autor de hits duvidosos como Queres É Levar Com O Chouriço, Tira Fora Que Vem Gente, Bacalhau à Portuguesa e tantas outras.

Ouça Curso de Datilografia no player abaixo, ou clicando aqui. Espere pelo refrão, evidentemente.

Agradeço ter conhecido Quim Barreiros numa daquelas mixtapes inenarráveis que o Hoje Acordei Meio Reacionário volta e meia nos regalava. Pena que o endereço anda relegado ás traças.

[Ouvindo: At the School - Kou Nakagawa]

6 comentários:

LH disse...

Conhecia algumas músicas do Quim Barreiros, mas nunca me empolguei demais com os hits (!) dele. Confesso que neste ponto eu sou mais dos nacionais - Clemilda tem uma pasta garantida nos meus mp3 players, sempre!

Sem contar Sandro Becker ("Forró na Bica" é a minha preferida), Manhoso, Xaveco da Paraíba... E Marivalda!, que gravou para a posteridade o seminal refrão "Toco cru pegando fogo". ;-)

Miguel Andrade disse...

LH, já eu me espanto como tal humor existe em Portugal. São tão menos maliciosos que o brasileiro.

Você já viu uma apresentação da Cremilda no Chacrinha? Até ele fica constrangido com uma música sobre rolha.

LH disse...

Pois é, mas talvez por isso eu não compre muito o humor do Quim. O tipo de coisa que ele faz pra gente é quase ultrapassado, concorda? Ainda mais depois de alguns funks que pipocaram por aí...

E sim, já vi aquela apresentação sim - por sinal, uma das poucas disponíveis na net. O Chacrinha mesmo é quem pede pra ela cantar a música e depois fica envergonhado.

Mas confesso que achei um momento de glória ver toda a platéia do Teatro Fênix, num programa da Vênus Platinada (putz, estou muito Contigo! hoje), cantando a plenos pulmões: "Seu delegado, prenda o Tadeu, ele pegou a minha irmã e... nhá!" :-P

Miguel Andrade disse...

LH, mas o Quim começou em 73!

MORRO de rir com esse vídeo. Chacrinha em plena vergonha alheia! Hahahaha!!!

Pois é, e a platéia do Chacrinha era bem típica. Com cara de Rio.

Leticia disse...

Lembro de uma vez em que fomos ao Chacrinha (não, não era gosto, era trabalho de faculdade. Todo mundo fazia trabalho sobre o Cacrinha) e, a bem do rigor acadêmico, ficamos na fila pra ver o comportamento, e tal.

Passavam os rapazes vindos da praia e gritavam "Terezinha" pra gente. Isso abalou os pilares do meu superego juvenil.

Mas Clemilda é fantástica! Minha opinião, a música do Tadeu é fichinha perto de "Talco no salão", que pra mim é a mais ajeitadinha. Tinha uma fita K7 há séculos, mas meu irmão ficou com ela.

Miguel Andrade disse...

Letícia Terezinha!!!! O que eu não faria pra te ver se engalfinhando pra catar a mandioca da Maria Bethânia.

Também acho Talco no Salão superior. E a Ela deu o Rádio, então? Clássico!

Related Posts with Thumbnails