quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Jeito rápido de fazer cinema

Sempre me encafifou nos filmes das décadas de 30, a velocidade com que o texto era dito. Principalmente nos de gangster da Warner Bros. com James Cagney.

Às vezes chega a ser um upa conseguir acompanhara legenda em português. As pessoas falavam mais rápido naquele tempo? Atores interpretavam assim mesmo?

Descobri nos extras destas ótimas edições de DVDs. Um historiador explica se tratar do chamado estilo Warner, exigido pelos chefões do estúdio.

A lógica é simples: Quanto mais rápido o texto fosse dito, mais o filme teria duração menor , menos rolos de película seriam gastos, mais dinheiro economizado! Por incrível que pareça era só por isso!

O motivo era econômico, não estético ou artístico. Década de 30, EUA ainda se livrando do catastrófico crash da bolsa de NY de 29.

Reza a lenda que o cinema noir também foi criado no mesmo período oportunamente para economizar iluminação. Embora bastante difundido, não sei se isso é mesmo verdade.

4 comentários:

Glauco disse...

Miguel, tinha aquele bombeiro cineasta lá de Brasília, que obrigava o ator pagar o trecho da película por cena errada.

Miguel Andrade disse...

Glauco, ah, mas pagar pra participar de obra-prima é justo! :D

Moyses Ferreira disse...

GOSTO MUITO DESSA COLEÇÃO! E adoro o estilo Warner! Tinham que fazer isso com todas as novelas!! E filmes tb! Meu lema é: Vamos logo ao que interessa!!! Bjs!

Miguel Andrade disse...

Moyse, sim! verdade!

Pena que esta coleção sumiu do mapa. Queria ter mais. Devo ter só uns 5.

Related Posts with Thumbnails