sexta-feira, 16 de abril de 2010

Na Serra Pelada

LUXO! Essa foto tão bacana estava hoje na Folha de São Paulo, pra divulgar o lançamento do documentário Rita Cadillac, a Lady do Povo.

Registra momento ímpar da carreira dela. Recém saída do Cassino do Chacrinha, fez a alegria de milhares de homens como a única mulher a fazer shows na Serra Pelada.

Cliquei em Play no tocador abaixo para ouvir a música com o sugestivo título “Eu Vou Pra Serra Pelada”. Só entendo o refrão, que gruda na nossa cabeça ao ponto de dar vontade de sair cantando por aí “Eu Vou Pra Serra Pelada! Eu Vou Pra Serra Pelada!”.
Não dá pra sentir o gostinho de atração burlesca em garimpo brasileiro? Ela devia cantar isso por lá enquanto fazia Streep e os garimpeiros jogavam pepitas de ouro ao palco.


17 comentários:

Refer disse...

ué, cadê meu comentário??

Pra não perder a viagem...

O Cine Globo é um 'cinema' na Av Ipiranga, esquina com Rio Branco, onde tem show erótico e a putaria rola solta. Uma vez, vi uma faixa na porta anunciando show de Rita Cadillac que ia rolar depois de umas 2 semanas.Fiquei na empolgação. Como sou leso, me esqueci e perdi o show. Foi assim que eu NÃO PASSEI a mão na bunda da Rita Cadillac. :(

Miguel Andrade disse...

Refer, tá no post de baixo. Vc comentou no lugar errado!

Eu tb já perdi essa oportunidade duas vezes! rs

Refer disse...

Tá vendo? Quando eu digo que sou leso, não estou brincando. Como pode um ser humano mirar em um post e publicar em outro?

pra não perder viagem 2...

na época em que Rita Cadillac fez aquele filme com o Celulari, eu estava flanando pela Av São Luis e vi a Cadillac com um vestido branco, tranquilamente sentada na calçada!

Miguel Andrade disse...

Refer, eu fingi que não vi... Político como vc esmo diz.

É o Asa Branca?

Refer disse...

Bem lembrado, 'Asa Branca'; esueci da história do filme, mas lembro que é sobre um jogador de futebol.

Miguel Andrade disse...

Refer, sim! Mas assisti faz muito tempo. Tem o Guarnieri pai também.

Pri[s] disse...

Parece que o micro-short masculino era tendência máxima na época.

Achei válido.

Leticia disse...

Adoro a Cadilac. Adoro!

Miguel Andrade disse...

Pri[s], era! Tipo de futebol! E tinha uns que vinham com uma cuequinha de rede grudada.

Letícia, sobrevivente luxo dos 80s! :D

Igres Leandro disse...

Rapaz, você é um garimpeiro.

Miguel Andrade disse...

Igres, sim! Só ouro 24 quilates! :D

Leticia disse...

Por que você tirou a foto, Miguel?

Fui ver ontem, e adorei! Achei o documentário muito respeitoso com ela, no que devia ser.

Miguel Andrade disse...

Letícia, que foto? Do post? Está aí!

Quero ver o filme também.

Leticia disse...

Ontem não estava. Sei lá o que houve...

Cê vai adorar o filme. Tem uma cena, quando ela sai andando depois de colocar flores no túmulo do pai, que é hilária!

Miguel Andrade disse...

Letícia, quero ver mais ainda agora! Não vou esquecer dessa cena!

Leticia disse...

É uma cena quase segredo do diretor. Não sei se ela se deu conta, se foi de propósito.

Mas põe as flores no túmulo do pai e sai andando, a câmera filma ela por trás, se afastando. Mas está com uma calça branca, e aquele rabo imenso. Tá ótimo, eu e Marcelo nos acabamos de rir...

Miguel Andrade disse...

Letícia, imagino! hehehehe

Related Posts with Thumbnails