segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

No dos outros é refresco

Só não estou careca de dizer que tenho ojeriza do humor de hoje em dia (aquele que consiste em apontar falhas nos outros) porque, benzadeus, Papai do Céu me deu vasta cabeleira. Humor onde só uma das partes ri não é humor, é cafajestada.

Mas como resistir a comentar esta foto (do UOL) da senhora Costanza Pascolato no São Paulo Fashion Week? Ta boa? É elegante sair de casa com uma parte desfavorecida do seu corpo à mostra?

Como bem notou o @manumania no Twitter, apontar as Creiças que insistem em sair de casa com a barriga à mostra é 1, 2, 3... Né?

Aquelas que não contentes em exibir o barrigão ainda tacam um pírcingue no umbigo à la Carla Perez. Pra não correrem o risco de nossa atenção escapar de ver aquilo tudo.

Então... Pascolato assim é prova de que não ter noção do próprio corpo na hora de se vestir (mesmo lidando com isso há 400 e tralalá anos) é algo absolutamente humano.

[Ouvindo: Por Toda A Minha Vida – Elis Regina]

11 comentários:

Tchia Personal Stylist Deslogada disse...

Pelo estado da pele da tchia, acho que ela era daquelas que passava coca-cola, xarope de urucum e outras maluquices na pele para se bronzear. o.O

O que phode são os babados da blusa, senão daria minha dica féchion pra tchia Constanza: tira o brincão, bota um brinquinho pretinho discreto, pega aquela echarpe preta, enrola no pescoço com um nó de gravata e voilà!

Miguel Andrade disse...

Tchia, ah, imagina, ela deve estar arrasando sobre todas as mortais da Terra... Pelo menos se sentindo assim hahaha

Leticia disse...

Discussão antiga com uma amiga minha, senhora finérrima dos Jardins: ela acha o fim dona Lili Marinho de braços de fora, balançando as pelancas.

Não é o melhor a se ver, mas... e o calor da criatura? Só porque ficou velhinha fica condenada a usar uma gola rulê? E quando o mundico fashion resolver que ela não pode mostrar mais as ruguinhas do rosto?

(Se bem que ela poderia ter usado no colo a mesma tonelagem de maguiagem que usou no rosto...)

Miguel Andrade disse...

Letícia, sim! Sim! Compreendo. Mas Dona Lili não vive de fazer "humpf!" a falta de finess alheia, né?

Refer disse...

A Constanza é uma mulher com mais de 70 anos. Não é demais lembrar que as pessoas + velhas adquirem certos privilégios que as + jovens não têm. Além do mais, não vi nada de errado no visual dela nesta foto — ela está bonita e interessante como sempre e como poucas.

Miguel Andrade disse...

Refer!!!!! E este pescoço? Imagina se uma outra senhora, com os mesmos privilégios, passa vestida assim por ela? Dona Constanza ia achar lindo. Aham...

Não deixaria minha avózinha sair de casa assim, de baiana do acarajé vencido, de jeito nenhum!

Leticia disse...

Também pode ter sido uma crueldade de foto. Uma luz meio assim-assada, um momento infeliz...

Agora, o que acho feio, feio mesmo, e deveria ser proibido pelo PNDH do Vanucchi, é essa coisa de usar brinco pesado. Em qualquer idade. O que é essa orelha esgarçada? Não, fica muito feio!

Miguel Andrade disse...

Letícia, também acho! PAVOROSO!

Fabulastic disse...

Meu querido, a partir de uma certa idade (digamos 400 e tal anos) tudo é permitido em termos de moda!

Miguel Andrade disse...

Fabulastic, quem não sabe disso? Não postei a foto da dona lurdinha ali da esquina dando vergonha alheia. Esta senhora posa por décadas como uma das figuras mais elegantes do Brasil. AMA apontar quem está bem ou mal vestido...

Fabulastic disse...

Estive numa festa onde uma senhora muito parecida com a da foto (que diga-se de passagem é completamente desconhecida na Europa...) paraceu com um vestido Armani beije com um grande decote.

Disse:
«Que chique! Adoro a conjugação de beije com trigresse...»
«Mas eu não estou estou a usar tigresse?!?!» - disse a senhora
«Ah... desculpe..é a sua pele....» - respondi eu.



[caso não seja a mesma expressão em brasileiro tigresse é o tecido a imitar pele de tigre ou leopardo]

Related Posts with Thumbnails