domingo, 8 de novembro de 2009

A perseguida

E a bomba (BOMBA! BOMBA!) do fim de semana foi a tal Uniban expulsar a guria, vítima da ignorância dos que são aprovados em seu vestibular. Não basta ser chinfrim, tem que passar atestado disso...

Atitude lamentavelmente miserável. No site deles está o anúncio de vagas abertas para 2010, e você, pai que ama sua filha, sabe exatamente aonde ela não deve estudar.

Pra gente, resta-nos olhar com mais cuidado de onde é o diploma de quem contratarmos. É o mínimo que se pode fazer contra estabelecimento educacionais suspeitos.

Depois quando eu falo aqui que mulher ainda é considerada criatura de segunda linha, ainda há quem duvide. Com tantos avanços científicos e tecnológicos o ser humano continua sendo a mais cretina das criaturas.

PS - 08/11/09 19h04: Vale a pena incluir neste post uma tuitada da Rosana Hermann (@rosana) >> "Uniban teve 11 cursos com nota 2 em 2008 - Vergonha é isso - http://migre.me/b0wU"

[Ouvindo: Piano in Transit – Francis Coppieters]

21 comentários:

Jôka P. disse...

Coitado do ensino brasileiro, que dá esses exemplos tão terrívelmente lamentáveis, né Miguel?! E coitada da jovem Geysy, a Maria madalena da vez, que virou uma espécie de Geni interiorana. Tomara que pelo menos ela consiga ganhar alguma grana mostrando mais um pouco do que revelou naquele vestido pink.

Miguel Andrade disse...

Jôka P., matou a PAU!!!! Eu andei notando uns comentários lá no Twitter do povo reclamando dela estar aparecendo na mídia.

TOMARA!!!! Tomara que ela pose pelada e tenha pelo menos algum lucro com esta miséria. Tomara que ela ganhe em uma sessãozinha de fotos o que um misero reitor de universidade pé de chinelo não ganha em 1 ano!

Ficamos na torcida aqui!

Renata disse...

Eu não concordo com o modo da Geysi se vestir, e como muitas outras meninas (e nem tão meninas assim) se vestem mas a reação daquele pessoal foi selvageria pura. Remeteu aos homens das cavernas que vemos em filmes...

Miguel Andrade disse...

Renata, isso aí! O problema não está em concordar ou não como terceiros se vestem, mas da liberdade que cada um tem de ser o que quer!

Nem parece que vivemos no pais da Globeleza! Hipocrisia tem limite, e uma faculdadezinha que ganha nota dois (DOIS!!!!) tinha mais é que ficar calada e punir os alunos imbecis que ela aprova.

Refer disse...

O Içami Tiba, com aquela pachorra de ancião japa, deu a opinião dele no UOL sobre o 'evento uniban', pasmem!!, justificando o quase linchamento da Geyse.

O que acontece é que, com a onda moralistona e puritana que rola no mundo, quem trabalha com comunicação, de Içami Tiba a Luciana Gimenez, passando pelos artistas mais populares a quem é dada a palavra, a tendência é dizer o óbvio moralista, o lugar-comum conservador, para não se comprometer.

DEus nos livre.

Refer disse...

A uniban teleban virou uma grande piada; já foi punida. kisiphodam.

No blog de Luis Nassif há revelações 'interessantes' sobre a uniban - p.ex., ela foi fundada pelo bicheiro Ivo Noal. Tem $$ de contravenção nos alicerces da escola.

Miguel Andrade disse...

Refer, DEUS NOS LIVRE MESMO! Disparates atrás de disparates tentando justificar a falta de civilidade.

Qualquer um com o mínimo de civilidade deveria se sentir ultrajado com toda esta história.

Miguel Andrade disse...

Refer, só li agora teu segundo comentário. li o post do Nassif, excelente! Havia tuitado o linke, vale a pena postar aqui >> http://colunistas.ig.com.br/luisnassif/2009/11/08/a-fabrica-de-alunos-da-uniban/?utm_source=twitterfeed&utm_medium=laconi

Refer disse...

Sobre o 'evento uniban/Geyse' o buraco é + embaixo; a geração-faculdade de agora é incapaz de pensar por si mesma. É tão despersonalizada que a opinião do grupo é muito mais importante que a sua própria e individual; daí, 'pensa' coletivamente e age por impulso, igual àquela manada de gnus dos quadrinhos. É muito doido. Já repararam na uniformidade visual dessa gente? PQP! É assustador, parece filme de ficção. Do cabelo 'bispa Carol Kaká' e a blusa justa e curta, até o celular na mão, inseparável, as garotas parecem que acabaram de sair de uma linha de produção.

Nunca as opiniões de celebridades foram seguidas tão cegamente como agora - e quem são as celebridades? São cantores, comunicadores de TV, gente que aparece em reality show. É o universo-pamonha, a idiotia completa alimentada pela imbecilidade reinante.

Pra piorar, há o MAU USO da tecnologia, da comunicação e das tais 'redes sociais' que estão fazendo o comportamento recuar para uma estrutura social de aldeia. E aconteceu que na aldeia uniban apareceu uma aldeã de vestido vermelho e curto. Já viu, né?

Miguel Andrade disse...

Refer, desculpe a expressão, mas "PUTA QUE PARIU!". É exatamente isso!

Leticia disse...

Pois eu sou Geyse desde pequenininha! Mas nem se a garota andasse pelada e rodasse bolsinha não era - pelo menos na minha concepção de mundo e de pedagogia - pros alunos e a direção da faculdade fazerem o que fizeram com ela. Não posso deixar de lembrar de Claude Lévi-Strauss, desculpem: É a velha história revisitada mil vezes da "moça que deu um mau passo" - só lhe resta a putaria agora.

Miguel Andrade disse...

Letícia, e não é? Nem se se masturbasse no meio do pátio essa maluquice toda faria sentido!

Refer disse...

Letícia e Miguel — eu sou um velho conservador e isso tudo me dá náuseas. Imagino como vcs que são bem mais jovens, bem pensantes e, pelo que me parece, nada conservadores estão se sentindo.

Nêgo não está dando muita importância ao caso, mas devia. É emblemático; briguemos para que não caia no esquecimento como a uniban teleban quer.

** correção de uma frase que ficou meio truncada:

Pra piorar, há o MAU USO da tecnologia e da comunicação e a MANIA das tais 'redes sociais' que estão fazendo o comportamento recuar para uma estrutura social de aldeia.

Miguel Andrade disse...

Refer, ledo engano, eu sou um jovem conservador, mas não sou idiota!

Dói ver as mulheres colocando em prática aquela velha máxima de se odiarem entre si. São delas as bobagens repugnantes e machista que andei lendo!

luci disse...

po, que legal que voce escreveu esse post! discuti no meu blog sobre o caso e ainda teve gente que disse que mulher que usa aquele tipo de roupa nao pode reclamar dos abusos depois. no orkut, vi uma mulher comentando que a menina tava super feliz, porque tava dando entrevista e tinha ficado famosa. nossa, realmente, ela deve ter ficado maravilhada com aquela multidao aos pes dela chamando ela de... puta.

Renata disse...

Refer, tem um filme, que acho que não foi muito divulgado, chamado Idiocracia. Mostra a evolução de tudo isso que vc disse. Como seremos daqui há alguns anos, agindo como bando e não como seres pensantes.

Juro, eu passei mal depois de vê-lo.


Quanto ao fato de dizerem que a Geyse está adorando aparecer na mídia: eu não coloco minha mão no fogo por ninguém! Não a conheço, não sei se ela está adorando ou não, porém já conheci mulheres ADORANDO serem chamadas de "cafagestes" (ela tem um noivo e alguns amantes), como já vi mulheres serem acusadas de coisas horríveis (como terem "provocado" um estupro) e apenas estavam agindo com inocência...
Sabe-se lá o que se passa na cabeça das pessoas...

Mas nada, nada, nada nesse mundo justifica aquela selvageria que ocorreu na uniban...

Miguel Andrade disse...

Luci, sem noção total. Pouco importa como ela está por dar entrevista, ou se a roupa era assim ou assado...

Não há justificativa suficiente para a selvageria. Ponto!


Renata, não sei porque as pessoas estão discutindo isso. Se ela tá feliz ou não. Tomara que esteja! Tomara que ganhe algum troco às custas dos idiotas.

Renata disse...

Miguel, viu que o cara que denunciou o caso está sendo ameaçado?

http://www1.folha.uol.com.br/folha/informatica/ult124u649606.shtml

Miguel Andrade disse...

Renata, não tinha lido! Obrigado!

Leticia disse...

Isso! Quero ver esse povareco-com-moral-de-bairro da Uniban em férias no Irã...

Miguel Andrade disse...

Leticia, que espetacular tiro no pé que eles deram!

Related Posts with Thumbnails