quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Governo vermelho contra arroz music

E que parte do planeta não foi invadida pela música dos diabos nos anos 60-70? O Camboja, fronteira com o Vietnã, aderiu aos acordes de iê-iê-iê mesmo com o clima soturno da guerra.

Misturando os hipnóticos ritmos folclóricos locais ao que se ouvia na Inglaterra, faziam som único. Conhecida como Dengue Fever, no período festas e estrelas do rock pipocaram.

Isso até 1975, quando a guerrilha de camponeses tomou a capital Phnom Penh levando o país a uma das maiores carnificinas praticadas por regime político que a história já viu. Estima-se que 2 milhões de pessoas foram assassinadas, ou seja, 1/4 de da população cambojiana.

O documentário Don't Think I've Forgotten (Cambodia's Lost Rock and Roll) relembrará o genocídio sob a ótica das bandas de rock que foram caladas. No site (clique aqui) há mais explicações e algumas músicas para ouvir.

Este outro link aqui, traz uma coletânea de Sin Sisamouth e Srei Sothear, duas vítimas do governo de Pol Pot. Conheça!

[Ouvindo: Flamenca ye yé – Carmen Sevilla]

4 comentários:

Refer disse...

No link abaixo, pop/rock music dos anos 60, do Extremo Oriente. A qualidade costuma surpreender! Muitas cantoras - Rita Chao, Sakura Teng, Susan Lim, bandas em profusão! China, Indochina, Skri Lanka, Macau...

http://questing.wordpress.com/

Miguel Andrade disse...

Rdefer, me encantei com o tema também. Obrigado pelo link!

Leo disse...

São meus olhos ou tem uma mocinha ali que é a cara da Shirley McLaine?

Nunca ouvi as ye-ye girls asiáticas, mas como tenho paixão pelas francesas, vai ver me afeiçoo. Vou dar uma checada.

Miguel Andrade disse...

Leo, são uma graça estas músicas. vale a pena baixar!

Related Posts with Thumbnails