terça-feira, 6 de outubro de 2009

O homem, o mito, a lenda...


Nunca, jamais, em hipótese alguma, duvido que David Cardoso é O CARA! Herói dentro e fora das telas.

Veja este O Dia do Gato, corajoso noir feito na Boca do Lixo quando o must vivia-se o furor do sexo explícito. Dirigiu, produziu, protagonizou e ainda o dedica à memória de Ody Fraga, a quem chama de “batalhador do cinema nacional”.

E não só! Proporcionou um dos poucos empregos que a “Girl From Ipanema” Helô Pinheiro já teve. Isso quando ela ostentava fabuloso penteado a lá Chitãozinho e Xororó.



Uma coragem MESMO!

[Ouvindo: Mona Lisa – Nat King Cole]

18 comentários:

Leticia disse...

Gente! Nunca tinha percebido que isso era peruca!

Miguel Andrade disse...

Letícia, dele? Não! Ele se disfarça no filme.

Glauco disse...

Se nem Mazzaropi resistiu aos encantos de Mister Cardoso...

Quanto a Helô, gente, o que é Helô Pinheiro?

Reza a lenda que nem musa inspiradora de fato da canção foi, teria sido jogada de marketing da Rev. Manchete que realizou um ensaio com a dita cuja, e como o saudoso poeta não estava nem aí para dizer se era A ou B, topou a indicação.

O bafão é que não faz muitos anos os familiares dele entraram na justiça tentando impedir Helô de usar o título. Tom não merece uma coisa dessas...

Miguel Andrade disse...

Glauco, mas e estes parentes desse povo? Lembra quando a imprensa noticiou que a família do Vinícius queria proibir fotos dele bebendo e fumando?

Socorro, né? Hahaha

Mas uma coragem o lance do Mazzaropi. Cardoso jura que saiu ileso.

Glauco disse...

Miguel, não sabia desse causo com a família do Vinícius! Que vergonha, deles...

Sei não, você não acha que o Cardoso tem cara de que é chegado num teste do sofá?

Bem, sendo o ele o testador ou o testado, eu bem que toparia, pronto, falei!!!

Miguel Andrade disse...

Glauco, foi hiper divulgado nos 90's.

Ai que perigo achar uma coisa destas do Cardoso... Hahahaha

Dá pra sacar que omiti uns frames importantíssimos dele nesta seqüencia? Pelo sim, pelo não, na hora de subir acabei deixando de fora.

Glauco disse...

Deu pra perceber sim, pois os frames selecionados estão bem pudicos para a nada pudica filmografia do Cardoso, hehe.

Miguel Andrade disse...

Glauco! Era só nudez não frontal...

Esse filme tem um bom roteiro, acho que não tiveram tempo pra pensar em sacanagem...

Leticia disse...

Mesmo no disfarce, Miguel... É que naquele tempo o pessoa usava esse penteado peruca, mesmo. Essa coisa farta, massarocuda...

E a Helô Pinheiro tem um quê tãããããõ suburbano....

Miguel Andrade disse...

Letícia, tenho certa birra da pobre Helô, mas sei que é puramente implicância boba. Todas as portas sempre abertas e ela não fez naaaaada nessa vida, não estudou, não se aprofundou em nada, além, claro, de ostentar o título de garota de Ipanema.

Leticia disse...

Ela é muitcho subúrbio, Miguel. A gente sente pelo papo dela.

Ela foi uma espécie de paramiss, sabe? Seu sonho na notoriedade era bem-casar, ter filhos, virar uma dona de casa... E conseguiu, pelo jeito. Tá certo que as pindaíbas não estavam previstas, mas ela, como boa esposa, segurou a onda e fez de um tudo pra dar um casamento melhor para a prole.

Miguel Andrade disse...

Letícia, dá pra farejar isso a quilômetros!

Leticia disse...

Inclusive daqui, de onde vejo ao longe, por entre nuvens de poluição, o conjunto habitacional de luxo onde ela mora...

Miguel Andrade disse...

Letícia, e ela está lá.... Produzindo telas (todas depois de uma certa idade viram artistas plásticos) enquanto dá algumas goladas em seu uisquinho on the rocks com coca-cola....

Leticia disse...

rsrsrsrsrs....................................................................................

Anderson disse...

Vi numa entrevista que ela estava se formando em Direito. AdEvogada! ;-)

Miguel Andrade disse...

Anderson, ai que bom... ¬¬ Hehehe

ADEMAR AMANCIO disse...

Rei David,sem comentários.

Related Posts with Thumbnails