quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Alegria de borracheiro


Mas é evidente que a diletíssima Brigitte Montfort tornou-se calendário em 1972. Como convém a toda gostosa de plantão!

A espiã em folhinha, memorável cria de Lou Carrigan e Benício, era brinde pra quem pedisse 20 exemplares avulsos á Editora Monterrey. Anote isso aí ao entrar na máquina do tempo, hãn?

Veja também:
Brigitte Montfort, a agente Baby
Se a memória não me falha...
Folhinha franciscana


[Ouvindo: O Escorpião Escarlate - João Penca E Seus Miquinhos Amestrados]

4 comentários:

Refer disse...

A BM da minha época era Shel Scott, um detetive bon-vivant com físico de boxeador e uma orelha destroçada a tiro. Os livrinhos sem-vergonhas, que a gente lia segurando com uma só mão (se é que vc me entende), tinham capas lindamente ilustradas. Dentro, muita 'ação e sexo'.

Não posso deixar de lamentar que os Miquinhos jamais gravaram as hilárias 'Pinguim de Biquíni' (Begin the Beguine) e 'Meu Gato Anda de Esqui' (I've Got You Under My Skin).

Miguel Andrade disse...

Refer, hahaha! Amei a Shel Scott. Tentarei achar.

Refer disse...

O(gênero masculino)Shell Scott.

leia aqui

http://www.thrillingdetective.com/scott.html

Miguel Andrade disse...

Refer, opq! Obrigado!

Related Posts with Thumbnails