terça-feira, 14 de maio de 2019

Filho de Ryan O'Neal matou filho de Coppola em tragédia similar a que interpretou em slasher 80's

Logo no começo de A Noite das Brincadeiras Mortais (April Fool's Day, 1986 de Fred Walton) o jovem ator Griffin O'Neal se envolve num suposto acidente numa embarcação. No ano seguinte, O’Neal foi acusado pelo acidente com embarcações que matou Gian-Carlo Coppola, filho de Francis Ford Coppola de 22 anos de idade.

Na ocasião O’Neal, de 23 anos, trabalhava em Jardins de Pedra (Gardens of Stone) filme dirigido por Francis Ford Coppola que teve cenas rodadas na região do acidente. Gian-Carlo havia trabalhado como ator para seu pai em O Selvagem da Motocicleta (Rumble Fish, 1953) e tinha um relacionamento com a futura figurinista Jaqueline De La Fontaine, que na ocasião estava grávida de dois meses.
Os Coppola em 78: Francis cercado pelos filhos Roman, Gian-Carlo (o mais alto) e Sofia
O Juiz condenou Griffin O’Neal por condução negligente e homicídio culposo (ele tentou passar com o barco entre dois outros barcos sem perceber que estavam interligados por um cabo). No começo de 1987 ele recebeu 18 meses de liberdade condicional e multa de US$ 200.

Filho do ator Ryan O'Neal (indicado ao Oscar por Love Story) e irmão da prodigiosa ex atriz mirim Tatum, Griffin mantém com seu pai um dos relacionamentos familiares mais tempestuosos que Hollywood já viu. O rapaz declarou à mídia que quem lhe apresentou a cocaína foi seu pai, quando ele tinha apenas 11 anos de idade.

“Meu pai é um psicopata muito abusivo e narcisista. Ele fica tão bravo que não consegue que perde o controle do que está fazendo”, revelou à revista Variety. A primeira vez que Griffin denunciou o pai às autoridades foi em 1983, dizendo que havia perdido dois dentes ao ser esmurrado, mas não registrou queixa.

Em 2007 Ryan O'Neal alegou legítima defesa quando foi detido por atirar no próprio filho. Griffin, que retirou as acusações do pai, mais tarde disse a uma revista: “ele atirou em mim porque eu estava tentando ajudar seu filho (Redmond) a ficar sóbrio, então não falo com ele há nove anos".
Griffin com o pai Ryan e a madrasta Farrah Fawcett
Redmond O’Neal, seu meio irmão, é filho do casamento de Ryan com a lendária Pantera Farrah Fawcett que faleceu em 2009. Ryan foi o segundo marido de Farrah e estiveram casados de 1979 a 1997 e depois de 2001 até a morte da atriz.

Griffin foi proibido de ir ao velório da madrasta e ele lamentou indo à CNN denunciar que Farrah viveu um relacionamento um relacionamento abusivo com muita infidelidade do marido, inclusive no velório, onde seu pai teria flertado com meio mundo. Do meio irmão Redmond (que foi preso em 2015 por posse de heroína e em 2018 por assaltar lojinha de conveniência) disse ser uma pessoa incrível, que precisa encontrar o “amor próprio”.


0 comentários:

Postar um comentário

Antes de comentar, por favor, tenha consciência de que este espaço é disponibilizado para a sua livre opinião sobre o post que você deve ter lido antes.

Opiniões de terceiros não representam necessariamente a do proprietário do blog. Reserva-se o direito de excluir comentários ofensivos, preconceituosos, caluniosos ou publicitários.