segunda-feira, 20 de maio de 2019

Tudo o que um DVD deveria ser

Hoje pra valer a pena a aquisição e um filme em DVD ou Blu-ray é preciso valer bem a pena. Isso, claro, se você for um colecionador de filmes, não de disquinhos plásticos.

Esta edição de Laura, a obra prima de Otto Preminger de 1944 é um bom exemplo.  Para um filme em mídia física ainda valer a pena não precisa nem de brindinhos ou embalagens rococós.

No vídeo a explicação porque considero esta uma das edições mais bacanas e o ideal básico para a compra de um filme. Claro que nem sempre, ou quase nunca temos um produto assim, mas fica a esperança.

Como sempre, fico agradecido pelo seu like no Youtube e a inscrição no canal para mais atualizações como esta. https://www.youtube.com/c/DolceVideo

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails