domingo, 27 de agosto de 2017

Morreu Tobe Hooper "da Serra Elétrica"

 Tobe Hooper faleceu neste sábado (26) aos 76 anos de idade de causas ainda não reveladas. Aos 28 anos, em 1974, ele ajudou a revolucionar o cinema independente de horror dirigindo O Massacre da Serra Elétrica (The Texas Chainsaw Massacre).

Usando como base a história verídica sobre o serial killer Ed Gein (o mesmo que já havia inspirado Psicose de Alfred Hitchcock em 1960), o filme foi banido em muitos países o que o ajudou a se tornar uma lenda. No Brasil só seria assistido mais de uma década depois de seu lançamento, direto em VHS.

Junto a Halloween (1978 de John Carpenter), “O Massacre” abriu as portas para a onda splatter que invadiria os cinemas nos anos seguintes. Hooper voltaria à chacina motorizada de Leatherface numa sequencia bem mais leve de 1986.
Antes disso ele abraçou o cinemão Hollywoodiano ao assinar Poltergeist – O Fenômeno em 1982, escrito e produzido por Steven Spielberg. Sempre se soube que a mão do produtor pesou muito mais do que a do diretor, ainda assim, um enorme sucesso popular.

Outros título bem lembrado de Tobe Hooper é Pague Para Entrar, Reze Para Sair (Funhouse de 1981) com muitas reprises na TV da década de 80. Produzido pela Universal Pictures, sempre cuidadosa com seu legado de monstros, permitiu mascarar o monstro com o rosto clássico da criatura de Frankenstein conforme a obra de James Whale de 1931.
Foi uma das últimas aparições oficiais no cinema do célebre visual criado por Jack P. Pierce e imortalizada na pele de Boris Karloff. Muito explorada por décadas em derivações e sátiras, estava de volta ao horror!

Na cola da febre mercadológica que a passagem do Halley causou, nos deu aliens adormecidos no cometa sna ficção científica Força Sinistra (1985). Reprises dessa mistura meio Alien, O 8º Passageiro, meio Invasores de Corpos era muito aguardado inclusive pela nudez dos corpos dos alienígenas.
Ele seguiu trabalhando principalmente em produções televisivas até Djin, seu último filme, em 2013. Em janeiro deste ano (2017) Hooper virou notícia em sites de fofoca como o infame TMZ por expor seu rosto, supostamente agredido pela namorada 38 anos mais jovem.

Nunca mais foi tão feliz quanto em O Massacre da Serra Elétrica, é inegável e essa percepção não é de hoje. Em 1981, ao ser entrevistado sobre os filmes que gostaria de ter na sua coleção de VHS, John Waters citou O Massacre da Serra Elétrica, “O mais assustador filme já feito e o maior sucesso nas festas de aniversário do filho de um amigo.”.

“Se o diretor Tobe Hooper pudesse ver todos os pequenos de nove anos de idade vestidos com bonitas roupinhas e chapéus de aniversário correndo pela sala gritando de terror como aparece no filme ele voltaria a fazer o que de melhor fez – horror puro. (...) Nada poderia ser mais top do que Serra Elétrica em suas mentes ou na minha.” , justificou Waters, o Papa do Trash. Horror puro!

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails