segunda-feira, 7 de agosto de 2017

A melhor reação a uma derrota no Oscar

Perder nunca é fácil! Ficar imortalizada diante das câmeras numa cerimônia transmitida para o mundo todo, então...

A atriz Talia Shire, por exemplo, competia ao Oscar por sua atuação em Rocky: Um Lutador (1976 de John G. Avildsen) e parece que estava certa da vitória! Bem como sabemos, Faye Dunaway levou a melhor por Rede de Intrigas (Network de Sidney lumet), assista ao vídeo do momento no player abaixo.

Caramba! Adriaaaaaaan!!!

E não sei o que dói mais. Perder em si ou perder para Faye Dunaway, a pior pessoa de Hollywood segundo Bette Davis, lembra?!

Dá até para imaginar reviravoltas nos bastidores semelhantes às da cerimônia de 1963 entre Davis e Joan Crawford, relembre o embate das duas clicando aqui. Claro, apenas me divertindo com a desgraça alheia e supondo.

Talia Shire já havia sido indicada em 1975 por seu papel de coadjuvante em O Poderoso Chefão II (The Godfather: Part II) dirigida pelo irmão Francis Ford Coppola. Perdeu para Ingrid Bergman e chegou a aplaudir sorrindo a colega, bem diferente desta segunda vez.
Faye Dunaway estava em sua terceira (e última) indicação, sempre como atriz principal. Em 1975 ela também estava indicada nesta categoria (por Chinatown de Roman Polanski), mas perdeu para Ellen Burstyn (que nem estava presente!) por Alice Não Mora Mais Aqui (Alice Doesn't Live Here Anymore de Martin Scorsese).

Ambas nunca mais seriam indicadas ao Oscar, mas foram ao Framboesa de Ouro de Pior Atriz do Ano. Ainda aí Dunaway leva a melhor com oito indicações e duas vitórias e Shire com apenas três indicações.

Veja também:
Faye Dunaway, a pior pessoa de Hollywood segundo Bette Davis
Faye Dunaway querida!
Faye Dunaway e um ovo cozido

Em vídeo a melhor noite do Oscar: Bette Davis Vs Joan Crawford
"Piada" no Oscar quebrou boicote da imprensa

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails