sexta-feira, 26 de maio de 2017

Filme preferido de uma musa Hammer

 Geralmente atores não costumam revelar qual trabalho mais gostaram de fazer na vida, ou fazem certo doce. Barbara Shelley com nada menos do que 104 títulos na filmografia sabe bem qual é o dela!

Do alto dos seus 80 e tantos anos de idade é enfática em dizer que fica orgulhosa de seu desempenho em Drácula, o Príncipe das Trevas (Dracula: Prince of Darkness, 1966 de Terence Fisher). Shelley declarou isso no documentário ela participou do documentário “Back to Black: The Making of Dracula Prince of Darkness”.
No filme dos estúdios Hammer que retornava a saga de Drácula ela é Helen, a matrona carola com cara de poucos amigos, mas que ao ser vampirizada ganha muito sex appeal. Inclusive com umas sugestões lésbicas/incestuosas.

A musa especifica, inclusive, especifica uma sequencia que lhe enche de orgulho: quando o padre lhe mata com a tradicional estaca. Sua expressão vai da monstruosidade a mais angelical e lívida em segundos.
Toda esta cena é bastante forte e ainda explicita a violência da fé cristã. Ela esteve cortada em algumas versões do filme exibidas na televisão.


Barbara Shelley participou de cerca de sete filmes na Hammer, logo depois se dedicando a produções televisivas da TV britânica. Aposentada desde 1992, hoje participa de convenções de fãs de horror.

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails