sexta-feira, 5 de agosto de 2016

Os brutos também erram



Dicona do Blog do JC, box contendo três filme do John Waine Volume 1 em pré-venda na Saraiva. Sim! John WAINE, não Wayne e tomara que ainda não tenham mandado tudo pra gráfica.

Até quando empresas confiam na digitação do designer? Não se confia em ninguém que tenha escrito (este blog que o diga!), erros acontecem e é por isso que é inevitável que se contrate um revisor, ou, no mínimo, alguém que não seja a própria pessoa que escreveu.

Aí a gente pensa que muitos programas de composição gráfica não possuem revisor ortográfico.  Só que no resumo do produto na Saraiva continua como WAINE.

Digo que quando om corretor do Word reconhece um nome próprio é porque a pessoa chegou lá. Esse é o caso do ator John Wayne e de tantos outros como Alfred Hitchcock, Spielberg e Schwarzenegger.

“Schwarzenegger” até saber onde entram os “G’s” dobrados (ou seriam os “N’s”?), mais vale dar um pulo ao Google. Na duvida ainda é bom levar em conta o IMDB, coisa que padronizei aqui no blog para nomes próprios e até para títulos de filmes.

Erro assim em capa de filme não é novidade nem privilégio de distribuidoras pequenas.  Nos anos 90 a Fox/Abril Vídeo distribuiu Adorável Pecadora (Lets Make Love, 1960 de George Cukor) em VHS com o nome de Marilyn grafado assim:


"Marylin" é até estranho visualmente, mas passou batido pela revisão. Curioso que as capas dos outros filmes com Marilyn que lançaram naquela época eram padronizadas e grafadas corretamente.

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails