quarta-feira, 10 de agosto de 2016

Avesso da cena: Julgamento do General Zord


O campo magnético a prova de bandidos kriptonianos logo no começo de Superman (1978 de Richard Donner)!  É um efeito visual muito simples e funcional que basta prestar atenção pra entender.

São três aros, mas só vemos dois que parecem girar entre eles. Na verdade esses só estão presos entre si, e é o do chão o que roda, criando a ilusão que vemos.

Tão simples e fácil de ser executado que passou a decorar o cenário do programa de auditório Viva a Noite, comandado pelo Gugu no SBT, a partir de 1988. Só que ao invés de bandidos kriptonianos, lindas bailarinas sorridentes.
O louco é que depois que você percebe o truque ele passa a não fazer mais efeito. Ou seja, como cenário só funcionava na primeira vez que assistimos, porque ele aparecia até parado.

Sim, uma garota dentro de três bambolês, num cenário que demorou anos pra ser trocado. E a gente depois ainda reclamou de terem vulgarizado o bullet time...

Veja também:
O preço do sorriso de Marlon Brando em Superman

1 comentários:

Nayara disse...

Não consegui enxergar os 3 arcos...

Related Posts with Thumbnails