sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Atrizes que interpretaram Joan Crawford antes de Jessica Lange

LA Nacion
 A série Feud, criação de Ryan Murphy para 2017, colocará Jessica Lange e Susan Sarandon para reviver a rivalidade de Joan Crawford e Bette Davis. Aquela mesma que você está cansado (?!) de ler aqui em posts como este ou este.

Assim como American Horror Story (também de Murphy), em antologia, cada temporada exibirá uma rivalidade famosa diferente. Não se pode esperar muito dele, que tem ótimas ideias que vão se desfazendo conforme as tramas avançam, mas seria bacana já imaginar Bela Lugosi versus Boris Karloff ou Marilyn Monroe versus Elizabeth Taylor...

O confronte entre Crawford e Davis foi muito bem aproveitado como estratégia de marketing para promover O Que Terá Acontecido a Baby Jane? (What Ever Happened to Baby Jane? , 1962 de Robert Aldrich) único filme em que duramente trabalharam juntas. Feud deve se centrar nesta época.

Tentaram repetir a parceira delas em Com A Maldade Na Alma (Hush, hush, Sweet Charlot, 1964 de Robert Aldrich), mas Joan Crawford acabou desistindo, sendo substituída por Olivia de Havilland, amiga de longa data de Bette Davis. Catherine Zeta-Jones acabou de ser anunciada para o elenco de Feud justamente pra ser Havilland.

Bette Davis DETESTAVA imitadores, mas a gente sabe que jamais haverá outra imitação tão boa de Joan Crawford quanto a feita por Bette Davis. No vídeo abaixo uma das coisas mais maravilhosas de Baby Jane: "Oh really? Did she like it?"!
Já vimos pelo menos três atrizes interpretando Joan Crawford antes de Jessica Lange. Diretamente, porque lendária, sempre foi referencia para dezenas de colegas.

Desiree Zurowski em Grandes Olhos (Big Eyes, 2014 de Tim Burton)
Quase um cameo, do tipo piscou perdeu mesmo! Joan, grande fã de Margaret Keane ao ponto de sair na frente de uma de suas telas na capa da autobiografia, merecia mais tempo em cena, mas foi legal identifica-la.

Na época rolou um post aqui no blog sobre a amizade entre a atriz e a pintora. Relembre!

Barrie Youngfellow em Moviola: The Scarlett O'Hara War (1980 de John Erman)
Pouco conhecida no Brasil, Youngfellow trabalhou bastante na TV dos EUA nas décadas de 70 e 80. Este telefilme retrata a luta para escolher a protagonista de ...E O Vento Levou (Gone with the Wind, 1939 de Victor Fleming).

 Embora com pouco tempo de tela aqui também, Joan esteve no páreo para disputar o papel, o que seria bacana mais uma parceria com o amigo Clark Gable. O programa de 93 minutos é um dos extras da edição de ...E O Vento Levou em Blu-Ray.

Faye Dunaway em Mamãezinha Querida (Mommie Dearest, 1981 de Frank Perry)
O cume do cinema camp, esta adaptação do maldizente livro homônimo da filha de Joan Crawford tornou-se uma fábrica de memês em tempos de internet. Dunaway simplesmente tem horror a lembrar dele, que lhe rendeu a indicação à Framboesa de Ouro de pior atriz.

Várias atrizes haviam recusado o papel, até por solidariedade a Crawford, afinal, seu material original não passa de sensacionalismo contestado por muitos. Inclusive os outros filhos adotivos de Crawford.

Muito elogiada até então, Faye Dunaway viu sua carreira minguar a partir dali. Dizem que é como se Joan Crawford do além lhe tivesse rogado uma bela praga.
Olha, desejar boa sorte a Jessica Lange é pouco. Uma boa arruda e sal grosso virgem (tem que ser virgem!) podem ser de maior ajuda!

Veja também:
Com a maldade na alma: Joan Crawford por Bette Davis
Em vídeo a melhor noite do Oscar: Bette Davis Vs Joan Crawford
Bette, Joan e diferentes jeitos de escolher papéis
Bette e Joan batendo texto
O que há de errado com Mamãezinha Querida?

4 comentários:

Luiz Cláudio disse...

As musas do la dolce vita

Nayara disse...

Uma roda de oração antes de começar a gravar não seria uma ma idéia também

Claudia Lasher disse...

Miguel Andrade disse...

Tá louca, moça? Não leu, ou conseguiu interpretar o texto e deixa um comentário idiota desses? Vá demonstrar que seus pais não te deram educação em outro lugar. Que vergonha de pessoas assim.

Related Posts with Thumbnails