quinta-feira, 3 de março de 2016

Os recordes de Marilyn Monroe

Marilyn Monroe, como a maior estrela já saída de Hollywood guarda alguns recordes para si. Nem todos verdadeiros, alguns confirmados e outros de mérito discutível.

Consta em sites de cinefilia, como o IMDB, que sua caminhada em Torrentes de Paixão (Niagara, 1953 de Henry Hathaway) é a mais longa já filmada na história do cinema. Exatamente a sequencia abaixo.
Ao todo ela caminha 116 pés, ou 35,3568 metros. É claro que isso deve ser mera informação do departamento de publicidade da Fox para promover o filme destacando o gingado dos passos dela.

É provável que Marilyn tenha sido mesmo a pessoa mais fotografada de sua época. Depois Lady Di esse título da imprensa na década de 80. 

O vestido que usou para cantar parabéns ao presidente foi vendido em 1999 por 1260000 dólares (algo em torno de 4 440 940,88 de Reais), o maior já pago para um item único de vestuário. Esse recorde seria quebrado em 2011, quando foi a leilão o iconográfico vestido esvoaçante usado por ela em O Pecado Mora Ao Lado (The Seven Year Itch, 1955 de Billy Wilder). 

Agora será difícil bater o valor de 5,6 milhões dólares, mais de 21 milhões na nossa moeda. É quase cinco vezes o orçamento do filme para qual ele foi costurado: 1.800.000 (valor estimado da época, não corrigido).

Uma semana após sua morte em agosto de 1962, um relatório publicado no New York Times apontava recorde de casos de suicido, provavelmente no embalo das notícias da sua morte. Chegaram a acontecer 12 num mesmo dia!

Se não levarmos em conta Mary Pickford (que cuidou da United Artist ao lado dos colegas) em 1919, Marilyn foi a primeira mulher na história a comandar sua própria produtora de cinema. Isso em 1957, época em que ainda não era comum mulheres comandando negócios.

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails