quinta-feira, 22 de outubro de 2015

Para sempre detetive Arbogast

 Martin Balsam em Cabo do Medo (Cape Fear, 1991 de Martin Scorsese)
 Martin Balsam em Círculo do Medo (Cape Fear, 1962 de J. Lee Thompson)

Quando foi refilmar “Cape Fear” em 1991, Scorsese teve a sapiência de escalar os principais três atores do elenco de 1962: Gregory Peck, Robert Mitchum e Martim Balsam.

Tanto Peck quanto Mitchum são facilmente reconhecidos pelo nome por qualquer fã. Bolsam, mesmo vencedor de um Oscar é sempre aquele detetive que caiu da escada depois de tomar a facada de Norman Bates.
Desde que começou em 1946 não se aposentou até morrer em 1996 de ataque cardíaco aos 76 anos de idade. Sua filmografia tem nada menos do que 176 títulos entre TV e cinema.
Participou de clássicos como 12 Homens e uma Sentença (12 Angry Men, 1957 de Sidney Lumet), Bonequinha de Luxo (Blake Edwards, 1961 de Blake Edwards). Mas será para sempre lembrado como o detetive Arbogast de Psicose (Psycho, 1960 de Alfred Hitchcock).
Ele se importava? Sim! Balsam se dizia frustrada quando lhe pediam autógrafo e só se lembravam dele caindo de uma escada, relegando tantos outros trabalhos bem mais desafiadores.

1 comentários:

MC disse...

Que bom recordar atores que nunca chegaram ao reconhecimento do estrelato mas sempre trabalharam no meio dando desempenhos espetaculares.

Curiosidade: Também era bi ou homo?

Related Posts with Thumbnails