terça-feira, 27 de outubro de 2015

Filha de Vincent Price confirma bissexualidade dos pais

 Victoria Price aproveitou uma entrevista recente ao site #BOOM para dar luz a sexualidade do pai, o lendário Vincent Price. Pelo que se sabia, o ator nunca escondeu, mas também nunca declarou que era bissexual.

Lembrando sempre que ele faleceu em 1993 aos 82 anos de idade. Ou seja, a sexualidade era encarada, ou representava algo diferente para a sua geração.

 Por toda sua vida sua filha se sentiu pressionada a responder se seu pai era bissexual.  “Ele era bissexual", disse , "E foi Roddy McDowall quem me disse, você sabe, nós não tínhamos ideia do que significava a bissexualidade nesse sentido, e se nós não sabíamos, então como podemos dar a resposta a essa pergunta.".

Em outros relatos ela já havia dito o quão difícil era lidar com isso, com a privacidade de seu pai virando domínio público. Victoria se lembra perfeitamente da primeira vez em que lhe perguntaram e o quanto ficou desconfortável em refletir sobre a sexualidade de seu pai, na altura um senhor de 78 anos que foi casado três vezes. O que poderia ser respondido?

Price é bem consciente sobre a fixação da América com as noticias íntimas sobre  celebridade, informações sobre quem teve relações sexuais com quem na atual cultura. Mas ela como um membro da comunidade lésbica, gay, bissexual e transgênero (LGBT) também entende o anseio profundamente enraizado para a história de heróis e uma conexão pessoal com o passado.

"Quando não ouvimos a partir de sua boca, eu acho que tudo o que escutamos vem com uma medida de boatos, certo?", explica. "Estou tão perto de ter certeza tanto quanto posso que meu pai mantinha relações íntimas com homens. O que é fato e tenho 100 por cento de certeza  é que o meu pai amava e apoio as pessoas LGBT."

Os Price moravam em Hollywood Hills e recebiam constantemente em sua mansão visitas da comunidade LGBT (Rock Hudson era um dos vizinhos).  Recebiam casais para jantar, mas nunca usavam o termo “gay”.

Em 1977 Vincent Price foi muito aplaudido por interpretar o abertamente gay Oscar Wilde num monólogo. Quando lhe perguntaram o que achava de Anita Bryant (ex modelo que ficou célebre por atacar gays) ele respondeu que Wilde já havia escrito uma peça sobre ela: A Mulher Sem Importância.

Na década de 80 o ator também foi uma das primeiras celebridades a aceitarem fazer publicidade de serviço público sobre AIDS.  Época em que a doença era considerada erroneamente relevante apenas da comunidade LGBT.

"Ele se casou com uma mulher bissexual (a atriz australiana Coral Browne) e todo mundo dizia que o casamento era uma fraude," lembrou a filha. "Não foi uma fraude. Era uma relação totalmente sexual, mas eles eram duas pessoas com mente muito aberta, que sabiam o que queriam. Pessoas que viveram sua verdade em todos os aspectos de suas vidas - eles devem ser heróis para todas as pessoas.".

Veja também:

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails