segunda-feira, 31 de agosto de 2015

R.I.P. Wes Craven

Morreu o cineasta Wes Craven ontem (30) aos 76 anos de idade. Ele estava com câncer cerebral.

 A partir do pequeno clássico Quadrilha de Sádicos (The Hills Have Eyes, 1977), Craven se tornou daqueles diretores conhecidos por conseguirem destaque com filmes de baixo orçamento e bastante rentáveis.  Mas foi na década de 80 que ele ficou muito conhecido ao dirigir A Hora do Pesadelo (Nightmare on Elm Street, 1984).

Com o jovem elenco de A Hora do Pesadelo
O filme foi germinal ao horror, mas em desacordo com os produtores, saiu da cine série,  dirigindo no mesmo período o elogiado A Maldição dos Mortos-Vivos (The Serpent and the Rainbow, 1988). Voltaria aos pesadelos de Wes Craven 10 anos depois no metalinguístico O Novo Pesadelo: O Retorno de Freddy Krueger (New Nightmare).

Em 1996 injetaria novamente sangue ao gênero com Pânico (Scream). Além de resgatar um estilo de fazer horror que estava em descrédito, Pânico foi notável em quebrar a barreira entre cinema e TV, com um elenco recheado de rostos conhecidos das séries, o que não era comum.

Lutando com a doença faz algum tempo, o último trabalho de Wes Craven foi Pânico 4 em 2011. De carreira irregular, mas de notáveis e pontuais acertos, perdeu-se uma lenda.

As imagens são um oferecimento Flickr WC

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails