terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

Kavinsky, o jogo radicalmente 80's

Da capa ao encarte era mais fácil demonstrar um conceito artístico naquelas treze faixas que se sucediam num LP e depois CD, mas isso é passado na era do MP3 e streamings. O que torna essencialmente interessante o jogo KAVINSKY, projeto para divulgar o disco do DJ homônimo.

Disponível gratuitamente para Android e iOS, o game nos leva a década de 80 de forma incrivelmente realista. Não os gráficos com cheirinho de 16 bits, mas a lógica da ação transcorrida num universo decadente onde você pilota uma Ferrari vermelha vestindo casaco de colegial norte americano enquanto desce porrada em policias corruptos e punks.

É claro que para absorver a graça disso tudo é preciso estar por dentro destas referências. Há centenas de jogos disponíveis tecnologicamente mais avançados, com fases mais elaboradas, melhor jogabilidade, etc., que provavelmente este KAVINSKY será preterido pela molecada que não embarcar na brincadeira.

 Tão anacrônico que nos cenários existem maços de cigarro espalhados que ao serem coletados dão energia ao personagem (Ei! Anos 80!!!). Pela cor da embalagem, provavelmente é Marlboro, um grande anunciante nos filmes do período.

Também existem discos de vinil que coletados geram super poderes de neon rosa na hora da pancadaria. A primeira fase pode ser jogada com câmera aberta ou numa visão que se assemelha a um árcade.

A segunda fase usa a tecnologia de Realidade Aumentada (AR). Você tem que apontar o celular para a capa de uma revista qualquer (ou outro material impresso como capa de VHS, digo, DVD) e jogar assim, sem tirar o aparelho dessa posição, tentando evitar que a gangue arrebente nosso carrão.


A terceira é uma corrida pelo deserto onde novamente você escapa dos punks e dos policiais desonestos, muitas vezes tendo que abrir caminho jogando sua Ferrari sobre os carros deles. A jogabilidade é pelos botões de breque e aceleração e o volante são os movimentos que você faz com o celular imitando o volante.

Bem, só cheguei até aí, mas há outras três fases a serem desbloqueadas e duas com aviso de “Coming Soon”. Não é fácil, pelos comandos que não correspondem tão bem aos movimentos quanto gostaríamos, exige certa paciência, mas é muito bonito e agradável o suficiente pra gente continuar tentando.

Na tela principal há um link que nos leva para a página do iTunes para a compra das faixas do Kavinsky. 13 faixas, como não poderia deixar de ser.

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails