quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Lauren Bacall conquista a imortalidade

 Morreu ontem (12) Lauren Bacall aos 89 anos de idade. A estrela teve uma das mais mais duradouras carreiras entre os grandes vultos de Hollywood.

Difícil falar da notícia sem escapar do clichê de que junto a ela “morreu uma parte do” glamour do cinema. Na década de 50, quando apareceu em Como Agarrar Um Milionário (How to Marry a Millionaire, 1953
de Jean Negulesco) já era considerada uma veterana.

Aliás, não poupou algumas palavras desagradáveis a respeito da novata colega Marilyn Monroe na autobiografia Bacall Fenomenal, publicada no inicio dos anos 80. Ao contrário de  Bette Davis, a quem assume no livro ter sido sua atriz favorita na adolescência e sua inspiração.

Seu auge foi na década de 40, pela série de filmes que estrelou ao lado do marido, o mitológico Humphrey Bogart. Logo em sua estreia, em Uma Aventura Na Martinica (To Have and Have Not, 1944 de Howard Hawks), ficou muito popular.

Tão famosa que foi satirizada no desenho Bacall to Arms da série Merrie Melodies produzida pela Warner em 1946. Poucas atrizes na história tiverem a oportunidade de começarem no topo e se manterem como estrelas de primeira grandeza por décadas.

Outra peculiaridade de Lauren Bacall é que ela soube tomar proveito desses status com bom humor até em anúncios na TV. Na década de 70 se voltou à Broadway sem nunca deixar as telas, como por exemplo no suspense kitsch Fã, Obcessão Cega (The Fan, 1981 de Ed Bianchi).

Juntos a ela, todos os seus admiradores ficaram decepcionadíssimos na cerimônia do Oscar de 1997. A Academia preferiu a apática francesa Juliett Binoche para o prêmio de atriz coadjuvante e Lauren Bacall não escondeu seu descontentamento em rede de TV mundial.

Aos 73 anos de idade, era a sua espantosa primeira indicação. Receberia finalmente um Oscar especial em 2009, pela participação na Era de Ouro de Hollywood.


Antes havia aparecido desprovida de glamour em Dogville (2003 de Lars von Trier) e na sequência Maderley. O último trabalho concluído foi na série animada Uma Família da Pesada (Family Guy) onde emprestou a inconfundível voz grave em episódio da atual temporada.

Lauren Bacall teve uma vida tão incrível que começou e terminou como um cartoon.

A segunda imagem é um oferecimento Berlin Festival

Veja também:
Tutorial: Lauren Bacall look
Bacall em cartoon

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails