quarta-feira, 26 de março de 2014

Diretor morreu de soluço. A maldição da múmia?


Foi durante as filmagens de Sangue no Sarcófago da Múmia (Blood from the Mummy's Tomb, 1971) que o diretor Seth Holt após soluçar por uma semana caiu morto no colo de um ator, aos 48 anos de idade. Faltava ainda cerca de uma semana para terminar o trabalho.

Morrer com soluços pode ser uma forma estranha de partir dessa pra melhor, mas não foi a mais estranha a ser noticiada entre diretores de cinema. Isso levando em conta as infames notícias da época sobre o fim de F.W. Murnau, sobre as quais você pode ler clicando aqui.

Seth Holt era um homem corpulento, mas de saúde muito frágil. Oficialmente sua morte está registrada como Insuficiência cardíaca e foi inevitável que originasse alguns comentários místicos pelo filme que dirigia.

O documentário “Curse of Blood from the Mummy's Tomb” (A Maldição do Sangue no Sarcófago da Múmia) explora isso e outros fatos estranhos ocorridos no set deste filme. Ele é bônus no DVD de Sangue no Sarcófago da Múmia distribuído no Brasil pela London Films.

Além da morte do diretor, o astro Peter Cushing teve que abandonar o projeto (que encerraria a trilogia das múmias da Hammer Films) quando sua esposa ficou muito doente. Cushing chegou a gravar algumas tomadas, antes de ser substituído com a piora da saúde da mulher.

A protagonista Valerie Leon aparece lembrando da tristeza que foi ser proibida de ir ao velório do diretor (substituído por Michael Carreras), pra não atrasar ainda mais o cronograma. Ela também recorda que Seth Holt era alcoólatra e que provavelmente isso causou os intermináveis soluços que culminaram em sua morte.

E com histórias assim, inevitável não levar em conta a opinião de Richard Donner sobre as coisas estranhas que aconteceram durante as filmagens de A Profecia (The Omen, 1976). Para ele, acontecimentos bizarros acontecem durante a rodagem de filmes de amor, ação, drama, ou seja, de qualquer gênero, mas as pessoas tendem a reparar mais apenas quando é um de terror.

Veja também:
Nem morta! Bafafá em Hollywood
Controversa morte de Lupe Vélez

7 comentários:

Marcelo Bonaldo disse...

Nossa, que história...deu vontade de rever o filme. Curioso, tenho esse dvd há anos e nunca vi esse documentário nele, vou dar uma fuçada na prateleira.

Marcelo Bonaldo disse...

Nossa, que história...deu vontade de rever o filme. Curioso que tenho esse dvd há anos e nunca vi esse documentário, hora de fuçar na estante.

Miguel Andrade disse...

Marcelo, curioso que fui ler sobre isso (o diretor que morreu de soluço!) na biografia da Bette Davis. Ela gostava dele depois que trabalharam em The Nanny

Marcelo Bonaldo disse...

Miguel, tô mais chocado ainda...rsrsrrs...bom, no sábado eu coloquei o dvd e vi as entrevistas nos extras, uns 9 minutos de puro deleite e uma decepção (dublê de corpo em Valerie Leon...buááááá). No mais, como esses dvds da London são bacanas né, tenho quase todos, uma pena que não fazem mais.

Miguel Andrade disse...

Marcelo, epa! Fazem sim! Agora é Brookfun. Lançaram já até Diabolik >> http://cidadaoquem.blogspot.com.br/2014/02/diabolik-em-dvd-no-brasil.html

Marcelo Bonaldo disse...

Eu sabia! Diabolik comprei na Saraiva, muito bom, só não engoli a falta de legenda nos extras...a lista de futuros lançamentos deles é boa, tem até Força Sinistra em Blu, vamos aguardar.

Miguel Andrade disse...

Marcelo, então! É a mesma empresa. Vão sair em maio alguns westerns spaghetti em ótimas edições também.

Related Posts with Thumbnails